Leia também:
X Temer e novo embaixador da Espanha discutem parceria

Juliana Salles retorna para prisão do Espírito Santo

Pastora estava presa em Minas Gerais desde o dia 15 de novembro

Camille Dornelles - 10/12/2018 14h36 | atualizado em 10/12/2018 14h53

Juliana Salles foi presa por participação no homicídio dos filhos Foto: Reprodução

A pastora Juliana Salles, acusada de acobertar o assassinato de seus dois filhos Joaquim, de 3 anos, e Kauã, de 6, mudou de presídio na sexta-feira (7). A Secretaria de Estado da Justiça do Espírito Santo confirmou que ela foi transferida para o Centro Prisional Feminino de Cariacica.

Desde o dia 15 de novembro, ela estava no Presídio Feminino de Teófilo Otoni, Minas Gerais. Agora, ela retorna ao seu estado. O marido da pastora, Georgeval Alves, também está preso no Espírito Santo, no Centro de Detenção Provisória de Viana II.

A defesa da acusada não se manifestou sobre a transferência e a Justiça do Espírito Santo mantém o andamento das investigações em sigilo. Juliana Salles chegou a ser liberta da prisão de Cariacica em caráter provisório no dia 8 de novembro. Porém, foi presa novamente sete dias depois, em Teófilo Otoni.

Leia também1 Linhares: George Alves chora durante terceira audiência
2 Juliana Salles é presa sete dias após liberdade provisória
3 Juiz ouve avó e pai de Kauã, vítima de tragédia no ES

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.