Leia também:
X Assista! Ex-ministro Mandetta depõe na CPI da Pandemia

Jovem invade escola com facão e mata crianças e funcionárias

Caso aconteceu no Oeste do estado; investigação está em andamento

Monique Mello - 04/05/2021 11h48 | atualizado em 04/05/2021 14h39

Um jovem portando um facão invadiu a escola infantil Pró-Infância Aquarela, localizada em Saudades, Oeste de Santa Catarina, e fez ao menos quatro vítimas.

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito teria 18 anos, foi detido e levado a um hospital em estado grave, pois tentou tirar a vida com facadas no pescoço. O delegado regional de Chapecó, Ricardo Newton Casagrande, informou que três crianças morreram, além de duas funcionárias.

Chamadas com pedidos de socorro foram feitas por volta das 11h à Polícia Militar.

– A Cre/Copom recebeu diversas ligações informando que um masculino entrou armado de arma branca tipo (facão), na Creche Aquarela Berçário – município de Saudades/SC, diversas ligações pedindo socorro da polícia, que o indivíduo estaria golpeando alunos e professores – diz comunicado da PM.

A idade das crianças não ultrapassava os 2 anos. A área foi isolada pelo Corpo de Bombeiros e a ocorrência segue em andamento.

Com 9,8 mil habitantes, o município de Saudades fica cerca de 600 quilômetros de Florianópolis, capital de Santa Catarina.

A governadora do estado, Daniela Reinehr, decretou luto oficial de três dias.

– Manifesto profunda tristeza e presto minha solidariedade. Determinei que o governo dê todo o amparo necessário às famílias – escreveu Reinehr nas redes sociais.

Leia também1 Covardia! Homem mata mulher, filha e enteada a facadas em SP
2 Vereador Jairinho vira réu em caso de tortura contra filha de ex
3 Covid-19: Estado do Rio prorroga restrições até 18 de maio
4 Família de marido de Flordelis pede indenização de R$ 800 mil
5 Apresentadora do SBT atropela funcionário no estacionamento

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.