Leia também:
X STF não tem expediente nesta 5ª feira em razão do Dia da Justiça

Jovem esfaqueada em ônibus diz que suspeita agia estranho

"Desconfiei dessa mulher desde o começo", avaliou Stefani Firmo

Thamirys Andrade - 08/12/2022 13h51 | atualizado em 08/12/2022 14h40

Jovem que teve rosto cortado em ônibus Fotos: Arquivo Pessoal

A jovem que teve o rosto cortado durante viagem de ônibus para Salvador (BA), relatou alguns elementos que já faziam com que desconfiasse de que a atual suspeita do crime é de fato a culpada. Stefani Firmo, de 23 anos, contou que a mulher demonstrou um comportamento estranho durante a viagem.

– Desconfiei dessa mulher desde o começo. Quando levanto e vou até minha amiga, ela olha pra mim. É a única pessoa acordada, as demais estão dormindo, e não esboça nenhuma reação – contou ela em entrevista ao portal R7.

Stefani explicou que antes do crime, sentiu que a pessoa que ocupava o banco de trás havia mexido em seu cabelo, e chegou a temer que ela o cortasse. Tratava-se da mulher suspeita, que ocupava o banco de trás. Em seguida, a jovem se cobriu com o edredom até o pescoço e adormeceu, acordando ao ser esfaqueada no rosto.

A vítima lembrou que todos os passageiros demonstraram preocupação e a ajudaram, exceto a mulher.

– Teve essa mobilização dos passageiros, exceto dessa mulher. Se fazia de desentendida. Minha amiga foi até ela e perguntou se tinha visto alguma coisa, e a mulher disse que não sabia o que estava acontecendo e que estava falando com a filha – narrou.

Embora desconfiada, a jovem decidiu não externar suas suspeitas, mas diante do surgimento de evidências sentiu que sua teoria se confirmou. A mulher foi encontrada portando uma faca na bolsa, além de ter sido flagrada pela câmera de segurança indo até a poltrona da jovem.

– Esperava no mínimo uma surpresa, uma expressão de espanto, mas ela realmente age com frieza. Depois que vejo que foi um corte intencional e mesmo as evidências só afirmavam essa minha intuição. O comportamento dela após o ocorrido e os objetos encontrados com ela, para mim, estava claro que era culpada – finalizou Stefani.

Leia também1 Vereador é acusado de assédio ao abraçar e beijar colega
2 Bicheiro Capitão Guimarães é preso suspeito de homicídio
3 Mulher é achada morta dentro de geladeira da casa onde vivia
4 Mais um militar é assassinado no Brasil; colega fica ferido
5 Para defender mãe de agressões, criança esfaqueia o próprio pai

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.