Johnny Hooker é denunciado por chamar Jesus de travesti

Cantor também é alvo de pedido de prisão por vilipêndio a crença religiosa

Pleno.News - 01/08/2018 12h33

Pré-candidato denuncia cantor por chamar Jesus de travesti Montagem: Pleno.News

O youtuber e pré-candidato a deputado estadual no Ceará André Fernandes (PSL) entrou com uma denúncia no Ministério Público Federal (MPF) contra o cantor brasileiro Johnny Hooker nesta terça-feira (31). Ele afirmou que o transformista cometeu um crime ao dizer, durante seu show no Festival de Inverno de Garanhuns (FIG), que “Jesus é travesti”.

– O Art. 208 do Código Penal diz claramente que é crime vilipendiar publicamente um ato ou objeto de culto religioso, e a pena é uma detenção de um mês a um ano, ou multa. Além disso, de acordo com a própria esquerda, chamar alguém de “bicha” tem o intuito de transformar uma orientação sexual em um xingamento, ou seja, crime de injúria. Não vamos nos calar diante de tanta barbaridade! – afirmou o político.

O pré-candidato também publicou um vídeo expondo seus argumentos e se mostrou indignado com o modo como alguns ativistas LGBTs usam a fé cristã.

– Jesus não é símbolo da pauta LGBT, Jesus nunca pregou sobre “diversidade”. Por que eles insistem em xingar Jesus? Fazer peça em que Maria aborta Jesus, Jesus travesti ou até ir na frente de uma igreja e colocar um crucifixo no ânus? É justamente para nos deixar com raiva e, quando a gente der o troco, se vitimizarem e nos chamar de homofóbicos – questionou, revoltado.

A denúncia foi recebida pelo MPF, mas o cantor ainda não recebeu a notificação formal. Além de Fernandes, outra ação contra Hooker segue em andamento. O advogado Jethro da Silva Júnior entrou com um pedido de prisão preventiva na segunda-feira (30) pelas ofensas à fé cristã.

LEIA TAMBÉM+ Feliciano critica cantor que afirmou que "Jesus é bicha"
+ Johnny Hooker cantará sobre romance gay no C. Esperança
+ Prefeito de Garanhuns critica Hooker: "Não merece respeito"