Leia também:
X Doria recua e alunos só voltam às escolas em outubro

João Doria se solidariza com secretário preso pela Lava Jato

Alexandre Baldy é suspeito de esquema de corrupção em contratos públicos

Pleno.News - 07/08/2020 15h54 | atualizado em 07/08/2020 16h55

João Doria se solidarizou com Alexandre Baldy Foto: Divulgação/CPTM

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), se pronunciou publicamente pela primeira vez sobre a prisão de seu ex-secretário de transportes metropolitanos, Alexandre Baldy (PP).

– Lamento o ocorrido e me solidarizo com ele e sua família, mas quero lembrar que nenhum [fato investigado é] relacionado ao estado de São Paulo – afirmou o governador nesta sexta-feira (7), no Palácio dos Bandeirantes, na capital paulista.

O tucano avaliou a gestão de Baldy na Secretaria de Transportes Metropolitanos como “correta, dinâmica e dentro das expectativas”.

– Ele saberá fazer a sua defesa e apresentar seus documentos e com certeza o fará e muito bem – completou, afirmando que confia na Justiça.

Baldy foi preso pela Polícia Federal na manhã desta quinta-feira (6) em São Paulo e pediu licença do cargo por um mês para se defender.

Ele foi um dos alvos de seis mandados de prisão temporária expedidos pela 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro, comandada pelo juiz Marcelo Bretas.

Segundo o Ministério Público Federal, Baldy é um dos investigados por um “esquema que apura pagamento de vantagens indevidas a organização criminosa que negociava e intermediava contratos em diversas áreas”.

Na casa que Baldy mantém em Brasília os agentes federais apreenderam R$ 90 mil, guardados em dois cofres. Em outra residência do secretário, em Goiânia, a PF achou mais R$ 110 mil.

*Folhapress

Leia também1 Doria recua e alunos só voltam às escolas em outubro
2 Golpistas "aproveitam" e lançam nota falsa de R$ 200
3 Desfile de Sete de Setembro em Brasília é cancelado
4 São Paulo: Russomanno é pré-candidato a prefeito
5 Após críticas, grupo explica evangelismo com trajes da PM

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.