Leia também:
X Urna que completava o n° 13 sozinha estava quebrada, diz PF

Impeachment de prefeito petista de Araraquara é rejeitado

Foram 13 votos a 4, em sessão virtual da Câmara Municipal

Monique Mello - 04/08/2021 10h38 | atualizado em 04/08/2021 11h12

Vereadores de Araraquara realizaram sessão plenária virtual Foto: Reprodução

A Câmara Municipal de Araraquara rejeitou, na noite de terça-feira (3), o pedido de impeachment do prefeito Edinho Silva (PT). O requerimento foi protocolado na segunda-feira (2) pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL), com base em denúncias de irregularidades na aquisição de respiradores durante a pandemia de Covid-19.

A sessão ocorreu de forma virtual, com 13 vereadores votando pelo arquivamento do pedido, enquanto quatro votaram favoráveis à investigação e cassação do mandato do petista.

Apenas os vereadores Marcos Garrido, Marchese da Rádio e Carlão do Joia, que compõem a bancada do Patriota, além do vereador Lineu Carlos de Assis (Podemos), votaram pela admissão do pedido.

Cada parlamentar teve direito a defender seu posicionamento por cinco minutos. O primeiro a fazer o uso da palavra foi o líder do governo, Paulo Landim (PT), que classificou o pedido de impeachment como “terceiro turno” das eleições municipais.

– Ninguém atira pedra, vou falar o português claro, em cachorro morto – disse.

– Pedido patético, onde alguns claros candidatos a deputado estão usando uma bandeira política para se promover. Isso é uma vergonha. Baseado em muito achismo e nenhuma investigação pautada no real ou prova – completou o vereador Fabi Virgílio (PT).

Já o líder do Patriota, Marcos Garrido, defendeu a legalidade do pedido, apontando que o PT defende o impeachment do presidente Jair Bolsonaro.

Leia também1 Morador de Araraquara confronta prefeito: 'Aprendeu com Lula ladrão'
2 Urna que completava o n° 13 sozinha estava quebrada, diz PF
3 Pazuello rebate Miranda e nega ter sofrido pressão de Lira
4 Olimpíadas: 40% das medalhas do Brasil são de atletas militares
5 Mulher tenta atirar no marido, erra e atinge a própria perna

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.