Leia também:
X TSE nega pedido das Forças Armadas por dados das eleições de 2014 e 2018

Homenagem: Amigos vão de quimono a velório de Leandro Lo

Campeão mundial de jiu-jítsu, assassinado neste final de semana, foi velado nesta segunda, em São Paulo

Gabriel Mansur - 08/08/2022 17h40 | atualizado em 08/08/2022 19h57

Movimentação no velório do lutador Leandro Lo Foto: RONALDO SILVA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O lutador de jiu-jítsu e campeão mundial da modalidade, Leandro Lo, foi velado nesta segunda-feira (8), no Cemitério do Morumby, Zona Sul de São Paulo. Amigos e praticantes da arte suave, como forma de homenagem, deixaram os ternos de lado e foram de quimono à cerimônia. Leandro Lo foi sepultado por volta das 16h40.

– Ele não era um ser humano para estar neste planeta tão ruim, tão maldoso. O Leandro era o jiu-jítsu, se você fala de jiu-jítsu, não tem como não falar dele – afirmou ao G1 um dos amigos presentes no evento.

As dezenas de lutadores presentes no velório atenderam a um pedido da mãe de Leandro, Fátima Lo, para que fossem ao velório e ao enterro com quimonos.

– É uma homenagem que estamos fazendo a ele. Ele era adversário de um aluno meu e já era diferente – afirmou o lutador Fernando Lopes, de 48 anos, que organiza um evento de lutas, o BJJ Stars, do qual Lo também era campeão.

A cerimônia é restrita a parentes, amigos e colegas de luta. Segundo o advogado da família, Ivan Siqueira Junior, o atleta teve morte cerebral confirmada neste domingo (7).

O CASO
Neste domingo (7), a Polícia Civil de São Paulo prendeu o tenente da Polícia Militar, Henrique Otávio Oliveira Velozo, depois que a Justiça determinou a sua prisão temporária por 30 dias. O agente, que se entregou à Corregedoria da PM, é acusado de ter atirado na cabeça de Leandro Lo após discussão no Clube Sírio de São Paulo.

De acordo com testemunhas, o lutador teve uma discussão com o PM. Para acalmar a situação, Lo imobilizou o homem que, após se afastar, sacou uma arma e atirou uma vez na cabeça do lutador. O advogado conta que, após o tiro, o agressor ainda deu dois chutes em Leandro no chão e fugiu em seguida.

Leia também1 Mãe de Leandro Lo diz que policial já conhecia o atleta
2 PM acusado de atirar em lutador se entrega após pedido de prisão
3 Polícia pede prisão preventiva de PM que atirou em Leandro Lo
4 Campeão de jiu-jítsu foi baleado por policial militar de folga
5 Campeão mundial de jiu-jítsu, Leandro Lo é assassinado em SP

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.