Leia também:
X Bolsonaro come churrasco com farofa em barraca de rua

Homem tenta invadir loja que proibiu entrada de homens

Medida foi adotada pelo estabelecimento após casos de assédio

Thamirys Andrade - 30/01/2022 16h01 | atualizado em 31/01/2022 11h15

Homem tenta invadir loja que proibiu entrada de homens
Loja fica em São José dos Campos, em SP Foto: Reprodução / Redes sociais

Após a repercussão da loja de roupas femininas em São José dos Campos (SP) que proibiu a entrada de acompanhantes homens para evitar episódios de assédio, um estudante de direito foi até o local com um celular para filmar sua tentativa de entrada no estabelecimento.

Ao questionar a medida, o homem debateu com as funcionárias no local e afirmou que iria acionar judicialmente a empresária Andrea Costa, dona da loja, para ter o direito de entrar no estabelecimento. O caso aconteceu nesse sábado (29).

O homem já havia avisado, em mensagens enviadas ao Instagram da loja, que iria até o local. Ele também criticou as roupas usadas pelas modelos da loja.

– Quem você acha que paga as roupas das mulheres que entram com seus maridos? Elas ou eles? Me poupe, se poupe. Sábado eu passo aí para ver se eu entro. […] P****, você se veste assim e ainda quer que as pessoas não te vejam? É bem simples: não se vista assim, se não quer que te olhem. Tem que explicar o desenho da explicação. É como jogar dinheiro no chão e não querer que as pessoas peguem – assinalou nas mensagens via Direct.

Na ocasião da ida do homem ao local, as funcionárias disseram que o atendimento estava sendo exclusivamente on-line ou via agendamento. Ainda assim, afirmaram que o atenderiam caso ele quisesse provar alguma roupa, mas o homem queria somente adentrar o local.

Loja de roupas proíbe entrada de homens após casos de assédio
Vitrine da loja em São José dos Campos Foto: Arquivo Pessoal

A empresária, Andrea Costa se pronunciou sobre o caso pelas redes sociais.

– Eu não estava na loja, porque, se eu estivesse na loja, só Deus sabe onde eu estaria hoje, morta ou presa, porque eu não ia aguentar ver aquele ser coagindo as minhas funcionárias do jeito que ele fez. Não queria comprar nada. Foi lá só para ver se entrava – disse.

Andrea fez boletim de ocorrência na Polícia Civil e contratou um segurança para guardar a entrada da loja. De acordo com ela, o estabelecimento vem sendo alvo de ataques desde que repercutiu em razão da adoção da medida.

– Eu tive que contratar um segurança, que começa já segunda-feira na loja, e vou à Delegacia da Mulher porque tenho medo [de]que essa pessoa incite outras e partam para a agressão física – declarou ela ao portal G1.

Após deixar o estabelecimento, Filipe incentivou outros homens a denunciarem a loja. Como consequência, o estabelecimento teve um anúncio derrubado no Google.

ENTENDA
A empresária e influenciadora Andrea Costa vetou a entrada de homens em sua loja após casos de assédio contra clientes e funcionárias. Logo na vitrine, há avisos orientando os homens que não forem provar as roupas a “esperarem do lado de fora da loja”. Por outro lado, a loja dá as boas-vindas aos pets de suas clientes e oferece água, ração e biscoitos a eles.

– Às vezes, preciso fechar a vitrine, porque muitos deles [homens] ficam no vidro, tentando olhar para as modelos. Outros humilhavam as companheiras, reclamando do decote ou desautorizando o uso de uma ou outra peça de roupa. É muito constrangedor para nós, para os clientes, para minhas funcionárias. Foi o único jeito de oferecer segurança a todas aqui – declarou Andrea.

A medida recebeu o apoio de parte dos internautas e foi vista como discriminatória por outros. Andrea, por sua vez, garante que manterá a regra por crer que esta seja a “decisão correta”.

CONFIRA O TEXTO DO CARTAZ NA VITRINE DA LOJA:
Proibido a entrada de homens;
– Homens que depreciam o corpo de suas mulheres;
– Homens que, ao invés de enaltecer a beleza de suas acompanhantes, ficam comendo as modelos com os olhos;
– Homens que, ao invés de sentar e tomar um drink/cerveja/algo oferecido de cortesia pela loja, ficam andando atrás da esposa, dando palpites e desaprovando tudo o que ela gostou;
– Homens mão de vaca;
– Homens que venham um dia com a esposa e, no outro, com a amante (se vier e nos fizer passar por esse constrangimento, vamos contar).

Leia também1 Loja de roupas proíbe entrada de homens após casos de assédio
2 Homem admite estupro infantil e pede desculpa à mãe da vítima
3 Deslizamento de terra em São Paulo deixa três pessoas mortas
4 Carro com deputada federal capota em Mato Grosso do Sul
5 Árbitro saca arma e aponta para jogadores de futsal após jogo

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.