Homem matou menina de 6 anos por vingança, diz polícia

Corpo de Kauani Cristhiny Soares Rodrigues foi encontrado sem algumas peças de roupa em uma vala

Pleno.News - 23/04/2019 11h06

Kauani Cristhiny Soares Rodrigues foi encontrada em uma vala Foto: Reprodução

O homem que foi detido após o corpo da menina Kauani Cristhiny Soares Rodrigues, de 6 anos, ter sido encontrado confessou à polícia que matou a criança por vingança. A informação foi confirmada pela Polícia Civil de São Paulo nesta terça-feira (23).

Kauani ficou desaparecida por cinco dias antes de ser encontrada em uma vala em Mongaguá. O corpo foi encontrado seminu e, de acordo com a polícia, há a suspeita de que ela tenha sido estuprada antes de morrer.

De acordo com a polícia, o homem de 28 anos disse, em depoimento, que teve um desentendimento durante uma festa ocorrida na casa em que a garota morava. Ele disse que exagerou na bebida e ficou “revoltado” e “descontrolado”.

O suspeito informou que levou a criança em seus braços ainda dormindo até a vala onde a matou. Ele negou ainda ter estuprado a menina, mas a polícia solicitou exames para confirmar se houve o crime.

A mãe de Kauani, Diana Soares Lira, de 34 anos, percebeu o desaparecimento da filha na madrugada da última quarta (17). Ela conta que entrou no quarto dos dois filhos e a menina não estava na cama. Na ocasião, a residência, um imóvel ocupado que antes funcionava como restaurante, estava destrancada.

O corpo da garota foi encontrado com a ajuda de cães farejadores da Guarda Civil Municipal de Itu e Itupeva. O local onde ela foi encontrada fica a cerca de 10 quarteirões da casa da família.

A polícia chegou ao homem, que é morador de rua, após analisar imagens de câmeras de segurança da região.

LEIA TAMBÉM+ Estudantes caem em golpe e ficam sem festa de formatura
+ Brumadinho: Família de casal morto pede R$ 40 milhões


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo