Leia também:
X Homem mata 2 pessoas, deixa ‘recado bíblico’ e é achado morto

Homem mata casal a tiros para vingar família morta por Covid

Criminoso acreditava que pai e irmão foram infectados pelas vítimas

Gabriela Doria - 17/08/2021 19h40

Casal foi morto a tiros por homem que havia perdido parentes pela Covid-19 Foto: Reprodução

Um homem matou um casal a tiros e feriu o filho das vítimas, dentro de uma oficina de carros, para “vingar” a morte de parentes por Covid-19, nesta terça-feira (17), em Itumbiara, a 213 quilômetros de Goiás. O atirador acreditava que o casal e seu filho infectaram seu pai e seu irmão, que morreram após complicações da doença.

Flanklaber Silva e Silva, de 40 anos, morreu no local. A esposa dele, Marília Silva e Silva, de 37, chegou a ser socorrida para um hospital da cidade, mas não resistiu. O filho do casal, de 21 anos, foi atingido na perna por um tiro e está internado com traumatismo.

De acordo com a Polícia Civil, o jovem relatou que o atirador havia perdido dois parentes para a Covid-19 e culpava o casal pela contaminação dos familiares. Ele então foi até a oficina e efetuou os disparos.

Oficina onde ocorreu o crime Foto: Divulgação/Polícia Civil de Goiás

– Esse jovem contou que eles já vinham sofrendo ameaças de morte, pois eram acusados de terem transmitido coronavírus para a família do atirador. Este estaria ali para vingar as mortes [por Covid] do seu pai e irmão – informa o delegado Felipe Sala, do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Itumbiara.

O suspeito está foragido, e as polícias Militar e Civil estão fazendo buscas.

Leia também1 Homem mata 2 pessoas, deixa 'recado bíblico' e é achado morto
2 Justiça determina que Flordelis seja transferida de presídio
3 Menino de 6 anos grava a irmã sendo esfaqueada em São Paulo
4 Após furtar TV, ladrão cai de prédio e é atingido por aparelho
5 Imóvel é destruído por incêndio, mas Bíblia fica intacta

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.