Leia também:
X Temer e Alckmin discutiram a reforma trabalhista em reunião

Homem é preso suspeito de estuprar neta da companheira

Avó da vítima foi obrigada pelo abusador a ver o crime

Pleno.News - 29/06/2022 15h13 | atualizado em 29/06/2022 16h28

Homem é preso suspeito de estuprar neta da companheira dele Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Em São Miguel do Araguaia, Goiás, um vaqueiro de 40 anos foi preso suspeito de estuprar uma menina de 11 anos. A vítima é filha da companheira do homem.

Além de estuprar a garota, o homem obrigou a avó da vítima a ver o crime. Ele também bateu na companheira e a manteve trancada dentro de um quarto. As informações são do portal G1.

O caso foi divulgado nesta quarta-feira (29). Em depoimento, na segunda (27), o vaqueiro admitiu que agrediu a mulher. Sobre a acusação de estupro, ele afirmou que estava bêbado e que beijou e abraçou a criança.

Segundo o delegado Thales Feitosa, o homem ameaçou as vítimas de morte. Ainda segundo as autoridades, abraçar e beijar uma criança é crime de estupro de vulnerável.

– Ao ver os policiais, a vítima, que apresentava edemas e escoriações em todo o corpo, começou a gritar pedindo por ajuda, pois não aguentava mais aquela situação. Enquanto praticava o abuso, o suspeito anunciava que cortaria o pescoço das vítimas – contou ainda o delegado.

Os investigadores descobriram também que o homem ameaçou uma menina de 7 anos, que é irmã da garota estuprada e estava trancada em um quarto.

A família passou mais de 24 horas sem comunicação, porque o vaqueiro tinha quebrado o celular da companheira. A Polícia chegou ao local por causa de uma denúncia anônima.

Leia também1 Mais de 35 mil crianças de até 13 anos foram estupradas em 2021
2 Mãe de menina impedida de abortar diz que filha foi exposta
3 Klara Castanho revela que engravidou após estupro
4 Polícia investiga adolescente suspeito de engravidar menina
5 Criança engravida, e padrasto é suspeito por parecer com bebê

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.