Leia também:
X Bolsonaro vai receber irmão de petista morto na quarta-feira

Padrasto é suspeito de estuprar criança e mantê-la em cárcere privado

Vítima dos abusos tem apenas 11 anos e teve um bebê em casa. Homem foi detido neste domingo

Pleno.News - 18/07/2022 16h20 | atualizado em 18/07/2022 17h29

Homem é preso suspeito de estuprar a enteada e mantê-la em cárcere privado Foto: Reprodução/TV Globo

Neste domingo (17), um homem foi detido suspeito de estuprar e manter em cárcere privado a enteada, de 11 anos de idade. A prisão foi efetuada por policiais civis da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher de Duque de Caxias (Deam-Caxias), no estado do Rio de Janeiro. As informações são do portal G1.

De acordo com a investigação, a garota passou pelo menos os últimos dois anos presa em casa. Ela engravidou e teve um bebê na semana passada. O parto foi feito na casa onde a vítima era mantida trancada.

Os investigadores acreditam que a criança era mantida escondida por sofrer sucessivos abusos do padrasto.

A polícia soube do caso após a menina ter sido levada para um hospital, em Duque de Caxias (RJ). A delegada Fernanda Fernandes, titular da Deam-Caxias, contou que a vítima só foi levada para uma unidade de saúde porque teve complicações no pós-parto.

– Eles [padrasto e mãe da menina] tiveram que solicitar auxílio do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) porque deve ter tido alguma complicação. Os dois foram para o hospital e nós recebemos uma ligação – explicou a delegada.

O padrasto e a mãe da menina chegaram a alegar que a criança tinha sido estuprada por um homem armado. O suspeito pelos abusos foi preso perto do Hospital Adão Pereira Nunes, onde a enteada e o bebê estão internados.

Testemunhas disseram que a garota não era vista saindo de casa. A mãe da garota não foi presa, mas é investigada, inicialmente, por abandono intelectual, visto que a filha dela não vai para a escola há dois anos.

No hospital, a polícia descobriu que o ânus da menina foi violentado. Havia cicatrizes de violências anteriores.

Leia também1 Vídeo completo que flagrou anestesista tem 1h30 de duração
2 Anestesista vira réu por crime de estupro de vulnerável no Rio
3 Ginecologia: Anestesista preso por estupro tem clínica com pai
4 Hospital garante em lista que anestesista atendeu 44 mulheres
5 "Não vou chamar de doente", diz delegada sobre anestesista

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.