Leia também:
X RJ: Bolsonaro defende uso de sniper em sequestro de ônibus

Vítima manda mensagem à esposa avisando do sequestro

Inicialmente, 37 pessoas foram feitas de refém

Pedro Ramos - 20/08/2019 10h22 | atualizado em 20/08/2019 13h32

Sequestrador de ônibus na ponte Rio-Niterói foi morto Foto: EFE/Antonio Lacerda

Eliziane Terra, esposa de uma das vítimas do sequestro em ônibus na Ponte Rio-Niterói, disse que o marido avisou que o ônibus estava sendo sequestrado. A mulher afirmou que logo depois ligou para a polícia para comunicar o caso.

– Ele saiu para trabalhar 4h30. Quando foi por volta de 5h26 ele me mandou uma mensagem dizendo que o ônibus estava sendo sequestrado, “estamos indo para a ponte”. A princípio eu pensei que era um assalto. Eu levantei, acordei o meu filho e disse: seu pai está sendo assaltado – Eliziane Terra.

A mulher ainda lamentou pela violência da cidade.

– A gente está vivendo em uma terra sem lei. A gente sai para trabalhar e não sabe se volta. Meu filho sai para trabalhar, meu marido também. Eu oro todo dia a Deus, mas a gente está à mercê. A gente sabe que vai sair, mas não sabe se vai voltar – disse a esposa da vítima.

O homem que sequestrou o ônibus foi morto pela polícia. Inicialmente 37 pessoas estavam dentro do veículo e seis foram libertas ao longo das horas.

 

Leia também1 Witzel: "Se não fosse abatido, vidas não seriam poupadas"
2 RJ: Bolsonaro defende uso de sniper em sequestro de ônibus
3 Sequestro na Ponte: Por trás das negociações
4 RJ: Após sequestro, Witzel vai até a ponte parabenizar PMs
5 Homem é morto após fazer reféns na Ponte Rio-Niterói

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.