Leia também:
X Bolsonaro dispara: ‘Cada vez mais, o STF interfere em tudo’

Henry: Tribunal mantém prisão de Jairinho por unanimidade

Ex-vereador está preso desde o dia 8 de abril e responde ao processo pela morte do menino Henry Borel

Paulo Moura - 09/11/2021 14h53 | atualizado em 09/11/2021 15h36

Vereador Dr. Jairinho Foto: Renan Olaz/Câmara Municipal do Rio de Janeiro

A Justiça do Rio de Janeiro decidiu manter a prisão do vereador cassado Jairo Souza Santos Júnior, o Dr. Jairinho, em decisão tomada por unanimidade nesta terça-feira (8) pelos desembargadores da 7ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do estado. O ex-parlamentar e sua ex-parceira, Monique Medeiros, são acusados da morte do menino Henry Borel, no dia 8 de março.

A sessão começou por volta das 13h20h e foi encerrada em menos de meia hora. O primeiro a votar foi Joaquim Domingos de Almeida Neto, que decidiu pela manutenção da prisão de Jairinho e por negar o habeas corpus. Para ele, a decisão pela prisão foi correta, “em sintonia com a gravidade dos crimes” praticados por Jairinho. O voto foi então seguido pelos desembargadores restantes.

Jairinho e Monique estão presos desde o dia 8 de abril e respondem ao processo no 2° Tribunal do Júri pela morte da criança. Apesar de terem sido denunciados pelo Ministério Público, por tortura e homicídio qualificado com emprego de tortura, ainda não está definido se o casal vai a júri popular.

Monique e Jairinho alegam que a morte do menino Henry foi provocada por um acidente doméstico. Entretanto, o laudo do Instituto Médico Legal apontou 23 lesões no corpo do menino por agressão. Jairinho responde ainda por maus-tratos infligidos a outras três crianças, filhos de ex-namoradas dele.

Leia também1 "O Exército poderia pular dentro do TSE", afirma Jair Bolsonaro
2 Record fecha com Silvio Luiz e Márcio Canuto para o Paulistão 2022
3 Após dançar Coração Cachorro, James Blunt cobra coautoria
4 Advogado de Silveira afirma que proibição de redes é "autoritária"
5 Bolsonaro: “Se tirar o Centrão, tem a esquerda, para onde vou?”

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.