Leia também:
X União cobra direito de resposta da IstoÉ e nova capa na revista

Governo autoriza Força Nacional em terra indígena após conflitos

Relatos de violência têm sido constantes na Serrinha

Pierre Borges - 19/10/2021 14h55 | atualizado em 19/10/2021 15h24

Cerimônia de entrega de itens de segurança para 23 estados e o Distrito Federal. Os bens, que fazem parte do acervo da Força Nacional de Segurança Pública.
Força Nacional deve ser empregada em apoio à Polícia Federal Foto: Agência Brasil/Marcelo Camargo

O Ministério da Justiça e Segurança Pública autorizou o uso da Força Nacional de Segurança Pública na terra indígena Serrinha, no Rio Grande do Sul. A portaria foi publicada nesta terça-feira (19), no Diário Oficial da União (DOU).

O texto afirma que a Força Nacional deve ser empregada, em apoio à Polícia Federal, “nas atividades e nos serviços imprescindíveis à preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio, em caráter episódico e planejado, por 30 dias”. Entretanto, o prazo pode ser prorrogado.

A terra indígena Serrinha é povoada por índios Kaingang e tem sido palco de diversos episódios violentos. No último sábado (16), um conflito entre a liderança da reserva e um grupo de famílias indígenas terminou com dois homens mortos a tiros. Segundo o Conselho Indigenista Missionário (Cimi), há também “notícias de que quatro pessoas foram assassinadas, como resultado de um conflito interno”.

De acordo com o Cimi, há ainda “muitas outras [pessoas que] acabaram sendo espancadas, aprisionadas, e tudo para saciar a saga do lucro e da ganância sobre os bens indígenas”.

O órgão informou que “é chegado o momento de se reverter o quadro perverso de esbulho e violência e começar a identificar e processar os que se beneficiam da produção de soja transgênica dentro das áreas indígenas”.

Leia também1 União cobra direito de resposta da IstoÉ e nova capa na revista
2 Leite alfineta Doria em indireta: "Não fui atrás de Jair Bolsonaro"
3 Ao STF, PGR diz que Bolsonaro sem máscara não é crime
4 Bolsonaro recebe presidente da Colômbia no Palácio do Planalto
5 João Doria descarta deixar o PSDB caso não vença as prévias

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.