Leia também:
X Impeachment de Bolsonaro não é prioridade, afirma Maia

Fumaça interdita rodovia de acidente que matou 8 pessoas

Local ficou bloqueado entre às 3h40 e 6h55 desta terça-feira por falta de visibilidade

Paulo Moura - 04/08/2020 09h08

Visibilidade na estrada é praticamente zero com a fumaça no local Foto: Divulgação/PRF

O trecho da BR-277, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, local em que ocorreu um acidente com oito mortos e 21 feridos no fim da noite de domingo (2), ficou interditado por mais de três horas entre a madrugada e manhã desta terça-feira (4) por causa de forte fumaça e falta de visibilidade dos motoristas.

A interdição foi realizada em um trecho de dois quilômetros, nos dois sentidos da rodovia, pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) e pela concessionária que administra o trecho, a Ecovia. A medida foi tomada para evitar novos acidentes no local. O bloqueio começou às 3h40 e encerrou às 6h55 e causou grande lentidão na estrada.

O acidente do último domingo envolveu cinco motocicletas, 16 carros, sendo um da Polícia Militar, e um caminhão. No momento do acidente, a PRF e a Ecovia, relataram que a visibilidade na rodovia ficou prejudicada justamente em função de fumaça gerada por uma queimada.

Segundo a Ecovia, a falta de visibilidade foi confirmada como motivo do acidente. De acordo com o Corpo de Bombeiros, a ocorrência iniciou com um primeiro acidente envolvendo alguns carros, perto de uma passarela.

Na sequência, o caminhão que trafegava atrás tentou desviar dos veículos que estavam parados pela batida, mas acabou atropelando quatro ocupantes que haviam saído dos veículos e estavam na lateral da pista. Após o fato, os veículos restantes colidiram, segundo os bombeiros.

Leia também1 3 vítimas do engavetamento estavam indo orar no monte
2 Engavetamento envolvendo 22 veículos deixa 8 mortos
3 Toffoli fica com cicatriz na testa após queda em casa
4 Scatena sobre morte do marido: "Estamos dilacerados"
5 Adolescente causa acidente de carro e irmã de 5 anos morre

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.