Leia também:
X Nova campanha: TSE defende que urna eletrônica é segura

Fontenelle é intimada a depor em inquérito contra preconceito

Processo foi instaurado após apresentadora chamar DJ Ivis de "paraíba" ao comentar agressões dele à ex-esposa

Thamirys Andrade - 17/08/2021 10h25 | atualizado em 17/08/2021 11h02

Antônia Fontenelle Foto: Reprodução/Instagram

A apresentadora Antônia Fontenelle foi intimada a prestar depoimento na manhã de sexta-feira (20), em um inquérito sobre suposto crime de preconceito de raça e cor. A ação foi instaurada após a youtuber chamar DJ Ivis de “paraíba”, ao comentar as agressões do músico à ex-companheira, Pamella Holanda.

Na declaração, Antônia mencionou o local de nascimento do artista, ao dizer “esses paraíbas fazem um pouquinho de sucesso e acham que podem tudo”. Posteriormente, ela afirmou que o termo “paraíba” era uma “força de expressão” para quem faz “paraibada”.

– Esses “paraíbas” fazem um pouquinho de sucesso e acham que podem tudo. Amanhã vou contatar as autoridades do Ceará para entender por que esse cretino não foi preso – disse Fontenelle na ocasião.

Dias depois, a apresentadora se defendeu das acusações, dizendo que está sendo alvo de “calúnia”. Para Antônia, o delegado Pedro Ivo, que solicitou a abertura de um inquérito para apurar os fatos, desconhece o significado da palavra “xenofobia”.

– Denunciação caluniosa é crime. Eu acho que o delegado não conhece a minha história. Eu sou nordestina como você. Mas eu não faço barulho no Nordeste. Faço barulho no Brasil inteiro. Sou respeitada no Rio de Janeiro. Políticos entram na minha casa pedindo voto. E não estou falando de vereador não, hein? O senhor, que estudou pra isso, deveria saber o significado da palavra “xenofobia” – declarou.

A youtuber será ouvida pelo delegado Leandro Gontijo de Siqueira Alves, no Rio de Janeiro.

Leia também1 Nova campanha: TSE defende que urna eletrônica é segura
2 Lula diz que só conversará com as Forças Armadas se for eleito
3 STF rejeita queixa-crime de ex-mulher contra Arthur Lira
4 Rodrigo Pacheco: "Patriotas são aqueles que unem o Brasil"
5 Em nota, governo brasileiro comenta situação no Afeganistão

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.