Leia também:
X Moro nega ter enriquecido nos EUA: “Bobagem e mentira”

“Foi tiro no coração”, disse médica à mãe do menino Kevin

Garoto foi morto enquanto ajudava vizinha com mudança

Pleno.News - 07/01/2022 22h14 | atualizado em 07/01/2022 22h16

Ana Claudia, mãe do menino Kelvin, morto em Queimados, esteve no IML de Nova Iguaçu Foto: Agência Estadão/Marcos Porto

Em um relato dramático, a mãe do menino Kevin Lucas dos Santos Silva, de 6 anos, morto após ser atingido por um tiro, na região de Queimados, na Baixada Fluminense, contou o que ouviu da médica que atendeu seu filho. Aos prantos, Ana Cláudia Oliveira dos Santos, de 27 anos, revelou a conversa.

– Eu perguntei ‘o que houve?’. Daí a médica me disse que ele tomou um tiro no coração – disse a mulher ao portal Metrópoles.

A vizinha que tomava conta de Kevin no momento do disparo, Maria Cláudia da Silva Medeiros, de 43 anos, disse não ter acreditado no que a médica disse para a mãe do menino. Maria Cláudia, que socorreu a criança, relatou não ter visto sangue em suas roupas.

– Quando ela me disse, eu gritei e falei que era mentira da médica, porque não tinha nenhum sinal de sangue na minha roupa. Foi um tiro certeiro – disse a babá.

A mãe do menino clamou por Justiça após a tragédia.

– Eu não quero dinheiro do governo, nada vai suprir a dor que eu estou sentindo e não vai trazer meu filho de volta. Eu quero justiça, mais nada. O sentimento é de dor, uma revolta, um ódio que ninguém vai trazer meu filho de volta. Isso não vai ficar assim, é uma covardia – afirmou a mãe do garoto de 6 anos.

OUTRAS DUAS CRIANÇAS ATINGIDAS
Kevin Lucas dos Santos Silva, de 6 anos, morreu atingido no tórax por uma bala perdida durante um confronto entre criminosos e a Polícia Militar num acesso à favela da Torre, no bairro Inconfidência, em Queimados, na Baixada Fluminense, no fim da tarde desta quinta-feira (6). Uma menina de 9 anos e uma adolescente de 13 também foram baleadas, mas sobreviveram.

Kevin Lucas dos Santos Silva estava na Rua Colombo quando foi atingido. Ele chegou a ser encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Queimados, mas morreu. A menina de 9 anos foi atingida de raspão na perna, e uma adolescente de 13 anos também se feriu. Ambas resistiram aos ferimentos e receberam os primeiros socorros na UPA. Depois, a menina foi transferida para o Hospital Adão Pereira Nunes, em Duque de Caxias, e a adolescente foi para o Hospital Geral de Nova Iguaçu, onde precisou ser submetida a cirurgia.

A Polícia Militar informou que agentes do 24º Batalhão (Queimados) foram atacados por criminosos durante um patrulhamento de rotina pelo morro da Torre, onde fica a comunidade, e se protegeram. Segundo a PM, os policiais não dispararam nenhum tiro. Moradores da região que testemunharam o confronto afirmam que os policiais também atiraram.

*Com informações da AE

Leia também1 "Mamãe, fica comigo", pediu menino baleado antes de morrer
2 Médica é achada morta em hotel de Curitiba, e polícia investiga
3 Homem morre em pé, encostado em carro, e assusta população
4 Violência: Jovem mata morador de rua e estupra cadáver
5 Cidades retomam quarentena e toque de recolher no Brasil

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.