Leia também:
X Fazendeiros suspeitos de matar bolsonarista são presos

Flordelis fala em velório: “A obra do Senhor não vai parar”

Deputada buscou forças em Deus e também louvou

Ana Luiza Menezes - 16/06/2019 19h16 | atualizado em 17/06/2019 13h41

Flordelis no velório do pastor Anderson do Carmo Foto: Alexandre Cassiano / Agência O Globo.

Na noite deste domingo (16), aconteceu o velório do pastor Anderson do Carmo, na Cidade do Fogo, em São Gonçalo, Niterói (RJ). Apesar de abalada, a cantora e deputada federal Flordelis compareceu e conseguiu louvar a Deus. No púlpito da igreja, que liderava com o marido, Flordelis demonstrou fé e força.

– Haja o que houver, a obra não pode sofrer. Sofra eu, mas não sofra a obra. A obra não vai parar. Nada vai deter a Igreja. A Igreja do Senhor Jesus vai continuar avançando – declarou.

Amigos como os pastores Silas Malafaia e Abner Ferreira; o senador Arolde de Oliveira; o deputado federal Otoni de Paula e a diretora artística Marina de Oliveira estiveram presentes.

Senador Arolde de Oliveira com a filha, a diretora artística Marina de Oliveira

Flordelis disse ainda que sempre conversou sobre tudo com o marido, que também era secretário-geral do Partido Social Democrático (PSD) no Rio de Janeiro, e que eles tinham um acordo de não parar mesmo diante de uma possível perda.

– Nós sempre tivemos isso combinado, sempre conversamos sobre tudo. Sempre fazíamos muita coisa juntos e agora vou ter que fazer muita coisa sozinha. Laranjal vai ser inaugurado. O Congresso Internacional de Missões (CIM 2019) vai acontecer e todo esse povo vai estar junto com a gente porque a obra não é para o homem, a obra é de Deus – falou.

Ao fim do culto fúnebre, Flordelis e amigos cantaram o louvor Jó, conhecido na voz de Midian Lima. O sepultamento do pastor será realizado no Memorial Parque Nycteroy, nesta segunda-feira, às 11h.

O CASO
O pastor Anderson do Carmo, esposo da cantora e deputada federal Flordelis, foi morto, na madrugada deste domingo (16). Os dois voltavam para casa, em Niterói (RJ), após uma confraternização e, na altura do bairro de São Francisco, Flordelis teve a impressão de estarem sendo seguidos por duas motos.

Já em casa, Anderson foi até a garagem buscar algo no carro quando foi baleado com 15 tiros pelos criminosos. O veículo da família, um Honda Accord LX, também foi alvejado.

O pastor chegou a ser levado com vida para o Hospital Niterói D’Or, no bairro Santa Rosa, mas não resistiu. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios de Niterói (DHNSG), que periciou o local do crime.

*Atualizada às 21h36

Leia também1 Flordelis nega que filho esteja envolvido na morte do pai
2 Emoção marca despedida do pastor Anderson do Carmo
3 Michelle Bolsonaro lamenta morte de Anderson do Carmo
4 Quem era Anderson do Carmo, pastor morto no Rio de Janeiro
5 "Anderson se sacrificou pela família", desabafou Flordelis

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.