Filho de Flordelis confessa ter matado o pai, diz polícia

Ele disse que irmão foi o mandante do crime

Pleno.News - 18/06/2019 10h48

Flávio Souza, à esquerda de Flordelis, é acusado de ser o mandante do crime Foto: Samuel Santos

A Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG) afirmou que Lucas dos Santos, de 18 anos, admitiu que é um dos atiradores que assassinaram o pastor Anderson do Carmo, na madrugada do último domingo (16). Lucas, que está preso, é um dos filhos adotados da deputada federal e cantora Flordelis e do pastor Anderson do Carmo.

Os agentes também descobriram que Flávio Rodrigues de Souza, de 38 anos, é um dos mandantes do crime. Flávio, que é filho biológico da deputada, foi preso logo após o enterro do pai, nesta segunda-feira (17).

Nenhum dos dois citados foram presos por envolvimento no homicídio do pastor. Flávio tinha um mandado de prisão em aberto por violência doméstica contra a ex-esposa. Em entrevista ao Pleno.News, Flordelis afirmou que se trata de uma agressão verbal que foi cometida há muito tempo e que a ex-esposa vai retirar a queixa.

Já Lucas foi preso enquanto prestava depoimento na DHNSG. Havia um mandado de prisão em aberto contra ele por tráfico de drogas, quando ainda era menor de idade. Flordelis declarou que se trata de uma acusação antiga. Ela questiona o motivo de apenas agora o rapaz ter sido preso.

A polícia segue a linha de investigação de que um caso extraconjugal do pastor Anderson tenha sido o motivo do crime. Para as autoridades, os filhos de Flordelis tentaram defender a mãe da traição do pai.

Investigadores contam que Lucas admitiu o crime quando foi confrontado com imagens das câmeras de segurança em que ele aparecia. Logo em seguida, ele passou a acusar Flávio de ter sido o mandante do crime.

– As imagens [das câmeras] estão ótimas – disse a delegada Barbara Lomba, titular da Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo na segunda-feira.

Os agentes também estão investigando se outras pessoas participaram do crime.

O CASO
O pastor Anderson do Carmo foi assassinado na madrugada do último domingo (16) na garagem de casa, em Pendotiba, Niterói (RJ). Ele recebeu pelo menos 15 tiros de duas pistolas Glock 9 mm. Anderson era casado há 25 anos com Flordelis, pastora e deputada federal pelo Rio de Janeiro. Sempre ao lado da esposa, ele atuava como secretário-geral do PSD no Estado.

NECROPSIA
O laudo de necropsia feito pela polícia mostra que o pastor teve 30 ferimentos pelo corpo. A maior parte foi nas costas, peito e região da virilha. Os peritos não conseguiram determinar quantos tiros foram dados devido ao número de perfurações.

Laudo mostra as perfurações no corpo de Anderson do Carmo

Oito disparos foram feitos na região do peito e um tiro foi na cabeça à curta distância. De acordo com a polícia, esse dado aumenta a possibilidade de que o criminoso tenha atirado para matar.

ARMA
Os projéteis encontrados pela Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSGI) mostraram que pelo menos duas pistolas Glock calibre 9mm foram usadas pelos três assassinos.

GOVERNADOR
O governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel disse na segunda-feira pela manhã que uma das suspeitas é de que um dos filhos adotivos do casal tenha cometido o crime.

– O secretário da Polícia Civil esteve comigo e me disse que havia a suspeita de que um dos filhos adotados teria praticado o crime. Agora está nessa linha de investigação – afirmou.

PERÍCIA
A Delegacia de Homicídios colheu material dos cães da família durante a perícia. Os animais não latiram, o que chamou a atenção e pode indicar que o crime foi cometido por alguém próximo. O material foi enviado para exame toxicológico.

CASO EXTRACONJUGAL
Outra linha de investigação aponta que os filhos teriam matado Anderson do Carmo para defender Flordelis de um caso extraconjugal. No enterro, a cantora descartou qualquer possibilidade de envolvimento dos filhos.

– Isso é uma grande mentira, uma inverdade. É especulação, não vou permitir que ninguém acuse nenhum dos meus filhos sem ter provas – afirmou a cantora.

Anderson e Flordelis Foto: Reprodução

Flordelis acredita que tenha sido uma tentativa de assalto, o que é praticamente descartado pelos investigadores.

– Eu acredito que essa violência vai ter fim – disse, emocionada.

LEIA TAMBÉM+ Exclusivo: Flordelis rebate boatos sobre morte do marido
+ Flordelis revela que filho sonhou com morte na família
+ Emoção marca despedida do pastor Anderson do Carmo


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo