Leia também:
X Juiz libera lotéricas e diz: “Não adotamos o regime comunista”

Feriadão de dez dias no RJ deve ser votado na Alerj até quinta

Proposta prevê que atividades econômicas tenham funcionamento escalonado na próxima semana

Paulo Moura - 22/03/2021 13h42 | atualizado em 22/03/2021 14h10

Rio de Janeiro pode ter feriado prolongado na próxima semana Foto: Pixabay

A proposta do feriadão de dez dias no estado do Rio de Janeiro já foi apresentada pelo governo estadual à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) e deve ser votada até a próxima quinta-feira (25). A informação foi confirmada pela CNN Brasil com fontes ligadas ao Parlamento e ao Executivo fluminenses.

De acordo com a emissora, o governador Cláudio Castro e o presidente da Casa, o deputado estadual André Ceciliano (PT), estiveram juntos, trataram do assunto e alinharam os próximos passos para a votação da medida. Ficou acordado que a proposta será formalizada e enviada ainda nesta segunda-feira (22) ao Palácio Tiradentes, sede da Alerj.

A previsão é que a medida seja pautada para terça-feira (23) e, caso receba emendas, não poderá ser votada de imediato, voltando à pauta na quarta-feira (24) ou na quinta (25). Segundo a proposta, o estado teria um feriadão entre os dias 26 de março (sexta-feira) a quatro de abril (Domingo de Páscoa).

Neste período, as atividades econômicas poderão ter funcionamento escalonado: o comércio, das 8h às 17h; os serviços, das 12h às 20h; e bares e restaurantes, até as 21h. A rede hoteleira funcionará com até 30% da capacidade. Shoppings centers e centros comerciais funcionarão com 50% da capacidade até o dia 26. Depois, esse percentual cairia para 30% até quatro de abril.

Ao longo desses dez dias, continuarão valendo as restrições com relação à permanência em vias públicas, das 23h às 5h, sem proibições quanto à circulação. O fechamento de praias e a realização de feiras ficará a critério dos municípios.

O feriadão ocorreria com a antecipação dos feriados de abril de Tiradentes (de 21 de abril para 28 de março) e de São Jorge (de 23 de abril para 30 de março) e pela criação de outros feriados. Eles estariam conectados com a Sexta-Feira Santa (2 de abril), o Domingo de Páscoa (4 de abril) e o fim de semana de 26 e 27 de março.

Leia também1 Butantan entrega mais 1 milhão de doses da Coronavac à Saúde
2 Padrasto afirma que relação com Henry era "a melhor possível"
3 Em fiscalização, RJ descobre mais de 40 leitos de UTI ocultos
4 Internado com Covid-19, ator Paulo Gustavo é intubado no RJ
5 Caso Henry: Babá, empregada e médicos são intimados a depor

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.