Leia também:
X Padre está arrependido depois de atropelar suspeito de furto

Felipe Neto aciona polícia após ameaças a sua mãe

Influenciador fechou sua conta no Twitter

Thamirys Andrade - 11/05/2022 10h06 | atualizado em 11/05/2022 10h30

Felipe Neto Foto: Reprodução / Youtube

Felipe Neto revelou, nesta terça-feira (10), que sua mãe, Rosa Esmeralda Neto, voltou a ser ameaçada. Por meio do Twitter, ele exibiu o print da mensagem que Rosa teria recebido em seu celular pessoal. No texto, uma pessoa anônima promete “destruir a vida” da matriarca e a chama de “desgraçada”.

– Sua hora vai chegar, Rosa. Está achando que seus filhos vão te livrar dessa? Vou destruir sua vida, custe o que custar. E vai ser logo. Vagabunda, desgraçada – diz a mensagem.

Como resposta, o influenciador prometeu que tomará as devidas medidas legais. Ele conta ter descoberto de onde as ameaças vieram.

– Três anos de inferno. Mais uma vez minha mãe recebe ameaças. Agora vamos até o fim. Ela já está indo na delegacia e já levantamos tudo sobre a pessoa. Chega de viver com medo. Nós vamos vencer – assinalou o youtuber.

Felipe Neto ainda decidiu privar sua conta no Twitter para novos seguidores e bloquear o compartilhamento de seus posts temporariamente.

O influenciador também demonstrou insatisfação com um comentário envolvendo sua mãe que teria sido feito pela esposa do deputado federal Beto Pereira, do PSDB do Mato Grosso do Sul.

– [Rosa] Só errou quando pariu ele [Felipe Neto]. Do resto, a coitada não tem culpa de nada – está escrito em uma conta atribuída a Sonaira Barbosa.

Neto cobrou um pronunciamento do parlamentar.

– Prezado deputado federal do PSDB, Beto Pereira, sua esposa, Sonaira Barbosa, deixou o comentário abaixo após minha mãe ter recebido ameaças graves, hoje. Gostaria de saber se é essa também a sua posição, como representante do povo do Mato Grosso do Sul – pontuou.

Essa não é a primeira vez que a mãe de Felipe passa por uma situação semelhante. Em 2019, ela deixou o Brasil às pressas depois de receber mensagens com ameaças anônimas. Segundo ele disse à época, o problema se intensificou depois que ele distribuiu livros LGBTQIA+ gratuitamente na Bienal do Livro do Rio de Janeiro.

Leia também1 Morre o pai do cantor Bruno, da dupla com Marrone
2 Yasmin Brunet diz que governo acoberta existência de ETs
3 Cantora Anitta dará aula em universidade, diz colunista
4 Arthur Callazans lança single em parceria com Casa Worship
5 Web reage a Fátima Bernardes dançando sucesso Joquebede

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.