Leia também:
X Ex-procurador da Lava Jato processa a CNN por fake news

Família de miss que morreu de infarto pede esclarecimentos

Ingrid Silva Távora tinha apenas 16 anos

Monique Mello - 28/03/2022 13h10 | atualizado em 28/03/2022 13h46

Ingrid Silva Távora morreu aos 16 anos Foto: Reprodução/Instagram

A família de Ingrid Silva Távora, a miss de 16 anos que morreu de infarto na cidade de Cezarina, sul de Goiás, está inconformada e espera respostas concretas. A jovem veio a óbito no último dia 16 de março, no Hospital Municipal de Cezarina.

A causa da morte segue sem esclarecimentos. De acordo com a Secretaria de Educação de Goiás (Seduc), a adolescente teria sofrido um infarto. A informação teria chegado à escola por intermédio da família de Ingrid. No entanto, a Polícia Civil registrou o caso como morte acidental e investiga as circunstâncias.

Agentes da Delegacia de Palmeiras de Goiás, que estão à frente do caso, aguardam o resultado dos laudos periciais para seguir com o andamento da apuração. O delegado Matheus Abud afirmou que não irá divulgar detalhes para não atrapalhar o esclarecimento do caso.

José Valdenir Távora pai de Ingrid, não se conforma e lembra da filha como uma pessoa muito querida por toda a cidade de Cezarina, onde ela ganhou o concurso de miss em 2019.

– Todo mundo está arrasado, em choque. Todo mundo triste. Ela tinha um futuro pela frente, ela ia terminar o colégio, ia fazer direito. Minha filha é modelo, não é só miss. Fez curso, fotografou em Goiânia, Palmeiras – lembrou o pai.

Leia também1 Árbitro cotado para a Copa de 2022 sofre ataque cardíaco
2 Infarto e AVC voltam a ser as causas mais comuns de morte
3 Menina de 14 anos morre após sofrer parada cardíaca na escola
4 Gusttavo Lima tem mal-estar e dá entrada em hospital de GO
5 Xangai, na China, anuncia lockdown após surto de Covid-19

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.