Ex-secretários de Saúde do DF são presos por propinas

Elias Fernando Miziara e Rafael Barbosa atuaram durante gestão do petista Agnelo Queiroz

Pleno.News - 09/04/2019 10h40

Elias Fernando Miziara e Rafael Barbosa Foto: Agência Brasil/Valter Campanato

Nesta terça-feira (9), dois ex-secretários de Saúde do Distrito Federal foram presos por envolvimento em esquema ilícito. Rafael Barbosa e Elias Miziara passaram pela pasta durante a gestão do governador Agnelo Queiroz (PT).

Eles são acusados de pagarem propina ao grupo criminoso de Sérgio Cabral, ex-governador do Rio de Janeiro, pela construção de Unidades de Pronto Atendimento (UPAs).

De acordo com o Ministério Público, Cabral e seu secretário de Saúde, Sérgio Cortes, buscaram expandir o projeto para outras localidades do Brasil. A implantação do modelo, porém, seria mediante o pagamento de propina de R$ 1 milhão por unidade e fraude em licitações.

No mesmo inquérito, as empresas Kompazo, NHJ do Brasil Containers Ltda e Metalúrgica Valença Indústria e Comércio são investigadas por fraudes. A Polícia Civil cumpre nove mandados de prisão preventiva e 44 de busca e apreensão.

Buscas acontecem nos estados do Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Distrito Federal, Goiás e Minas Gerais.

 

LEIA TAMBÉM+ Propina da Fetranspor vem desde os anos 1980, diz Cabral
+ Cabral diz que Crivella recebeu US$ 1,5 milhão por apoiar Paes
+ Cabral vira réu outra vez por obras da Linha 4 do Metrô


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo