Leia também:
X Michelle agradece apoio recebido durante aniversário

Ex-namoradas do padrasto de Henry são ouvidas pela polícia

Mais depoimentos sobre a morte do menino devem ocorrer nesta semana

Ana Luiza Menezes - 23/03/2021 23h20 | atualizado em 24/03/2021 10h26

Dr. Jairinho Foto: Reprodução

Entre a noite de segunda-feira (22) e esta terça-feira (23), mais testemunhas foram ouvidas pela polícia, como parte das investigações do caso do menino Henry Borel, que morreu no último dia 8, no Rio de Janeiro. Entre as pessoas que prestaram depoimento, uma ex-namorada do vereador Dr. Jairinho, acusou o político de ter agredido a filha dela anos atrás. As informações são do portal G1.

A ex-namorada do vereador disse que sua filha, que hoje é adolescente, foi agredida quando ainda era criança.

Outra mulher, que disse ter tido uma relação com Dr. Jairinho, foi ouvida pelos agentes da 16ª DP (Barra da Tijuca), na Zona Oeste do Rio.

O advogado André França Barreto, que representa o vereador e Monique Medeiros, mãe de Henry, disse não ter tido acesso ao depoimento. Ele falou que Leniel Jr., pai do menino, foi quem levou a “suposta testemunha” para prestar depoimento.

– Informação que eu tenho que quem trouxe essa suposta testemunha foi o pai, Leniel, motivado a construir motivos contra a mãe. […] Ele não consegue aceitar que o casamento chegou ao fim. As apurações aqui são sérias para fazer declarações infundadas – disse o advogado.

Mais depoimentos sobre a morte de Henry devem ocorrer nesta semana.

Leia também1 Testemunha cita agressão de Dr. Jairinho a outra criança
2 Médicas, enfermeira e perito do caso Henry prestam depoimento
3 Advogado diz que pai de Henry estuda pedir exumação do filho
4 Ex-esposa do padrasto de Henry denunciou que ele era violento
5 Padrasto afirma que relação com Henry era "a melhor possível"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.