Leia também:
X Câmara aceita denúncia contra o vereador Gabriel Monteiro

Ex-morador de rua é criticado e decide processar influenciadora

Givaldo Alves reagiu após declarações de Deolane Bezerra

Pleno.News - 08/04/2022 18h03 | atualizado em 08/04/2022 18h20

Givaldo Alves tem 48 anos Foto: Reprodução/Print de vídeo YouTube Metrópoles

O ex-morador de rua Givaldo Alves decidiu processar a influenciadora digital e advogada Deolane Bezerra por calúnia. A ação ocorre após ele ter sido criticado por ter tido relações sexuais com uma mulher que estava em surto psicótico.

Givaldo usou as redes sociais para exibir uma petição apresentada contra Deolane. O processo foi apresentado no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, segundo informações do jornal O Globo.

Na última terça-feira (5), a influenciadora disse que está com “ranço” do ex-morador de rua.

– Nojo de entrar na internet e ver pessoas dando audiência pra esse mendigo. A “fama” dele é às custas de uma mulher que está internada numa clínica psiquiátrica, não dá pra acreditar que tem gente aplaudindo isso – criticou Deolane.

Em março, Givaldo ficou conhecido em todo o país por ter tido relações com Sandra Mara Fernandes, de 33 anos, em Planaltina, Distrito Federal. Givaldo tem 48 anos e foi agredido pelo companheiro de Sandra, o personal trainer Eduardo Alves, de 31 anos, que apontou que a mulher estava em surto psicótico durante a relação.

Leia também1 Personal trainer retoma conta no Instagram e recebe apoio
2 Mesmo após desculpas de sem-teto, personal mantém processo
3 Sem-teto pede desculpa por detalhar relação sexual com mulher de personal
4 Médicos apontam transtorno bipolar em mulher de personal
5 Sogro de personal registra queixa contra morador de rua

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.