Leia também:
X Justiça nega pedido de Witzel para voltar a morar em palácio

Ex-bispo da IURD quer perdoar filho que matou sua esposa

Alfredo Paulo acredita que essa seria a vontade de Teresa

Thamirys Andrade - 13/11/2020 17h53

Alfredo Paulo agradeceu mensagens de apoio e solidariedade Foto: Reprodução

O ex-bispo da Igreja Universal que teve a esposa assassinada a facadas pelo próprio filho se pronunciou pela primeira vez sobre o ocorrido. Emocionado, Alfredo Paulo Filho disse que em um primeiro momento ele não queria saber do filho adotivo, Lucas Paulo, mas que tentará perdoá-lo e ajudá-lo, pois era isso que sua esposa faria.

– Num primeiro momento, eu não queria saber de nada, não queria saber dele. Mas agora meu coração já mudou, sabe? Eu estou sentindo compaixão dele e se ele quiser minha ajuda eu vou ajudá-lo. Até mesmo se ele não quiser. (…) Ontem eu fui lá, não consegui falar com ele, ainda é muito cedo. Mas eu levei roupa para quando ele precisar, porque eu sei que ela faria isso. Ela me ensinou o que é perdão e eu sei que ela não iria guardar nenhuma mágoa, nenhum ressentimento – afirmou em vídeo.

O caso aconteceu em Seixas, Portugal, na segunda-feira (2). Adotado pelo casal quando ainda era bebê, Lucas tirou a vida de Teresa, de 53 anos, com 20 golpes de faca no pescoço, tórax, braços e costas. O jovem foi preso na madrugada do dia seguinte ao assassinato, próximo à casa da família. Ele ficará preso por 14 dias no Estabelecimento Prisional de Lisboa até que passe o período de quarentena em razão da Covid-19. Após o tempo estipulado, será levado à cadeia de Montijo para aguardar julgamento.

O pastor agradeceu as mensagens de solidariedade e, citando o livro de Jó, da Bíblia, afirmou que a tragédia não abalará a sua fé.

– Deus não tem que me dar satisfação de nada. Eu só vou continuar crendo Nele cada vez mais – garantiu.

Alfredo Paulo foi bispo da Igreja Universal do Reino de Deus até 2013, quando saiu por denúncias de adultério e envolvimento com prostitutas. Desde então, se tornou um dos maiores críticos da instituição, travando batalhas judiciais nos últimos anos. Em 2018, a Justiça do Rio de Janeiro condenou o ex-bispo a indenizar a igreja com multa de R$ 1,8 milhão por declarações que, para a juíza Raquel de Oliveira, violavam a honra e a reputação da instituição eclesiástica.

Alfredo e Teresa eram casados há 32 anos. O ex-bispo encerrou o vídeo dizendo que sua esposa foi um presente de Deus na sua vida e que em breve gravará um novo vídeo para falar mais sobre o assunto.

Leia também1 Cassiane e marido, Jairinho, testam positivo para Covid-19
2 Papa pede orações para que a tecnologia ajude a humanidade
3 Esposa de Bieber deixa de seguir pastor após polêmica de traição
4 Menina leva família para Igreja e todos se batizam juntos
5 Rodrigo Silva mostra museu do UNASP ao ministro da Educação

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.