Leia também:
X STJ: Acusados por tragédia na boate Kiss irão a júri popular

Esteticista presa por engano deixa a prisão chorando

Danielle Estevão Fortes foi confundida com a irmã, que é suspeita de participar de assaltos

Ana Luiza Menezes - 18/06/2019 18h05

Danielle Estevão Fortes foi solta nesta terça-feira Foto: Reprodução/TV Globo

Nesta terça-feira (18), a esteticista Danielle Estevão Fortes, de 26 anos, foi posta em liberdade, após passar dias presa por dois crimes que não cometeu. Ela esteve detida no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

O momento de liberdade da jovem foi marcado por lágrimas. Ela deixou a prisão chorando e foi recebida pelos familiares.

Segundo o portal G1, Danielle também deu declarações sobre a triste experiência na cadeia.

– Foi muito ruim, muito doloroso, as pessoas aqui estão sendo tratadas como bicho. A gente come comida estragada, arroz cru, a gente dorme com um colchão furado, rasgado, são oito presas em uma cela. O momento mais difícil é não saber onde que minha irmã está. Por que ela me deixou passar por isso sabendo que não fui eu? – declarou.

A Polícia Civil, o Ministério Público e a Justiça indiciaram, denunciaram e prenderam Danielle quado, na verdade, procuravam sua irmã mais nova, Daniela Estevão Fortes, de 24 anos. Por engano, a esteticista levou a culpa pela acusação de assalto a duas lojas de celulares de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

A família explicou que Danielle acabou presa no dia 7 de junho, quando foi até a delegacia para prestar depoimento como testemunho da morte de um irmão, que foi assassinado. Um erro de digitação causou o engano, que custou sua liberdade.

Leia também1 Caso Neymar: Najila presta depoimento em São Paulo
2 Polícia e MP fazem buscas na casa de Flordelis e Anderson
3 Filho de Flordelis passa mal dentro de cela na delegacia

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.