Leia também:
X Partido de Bolsonaro celebra quantidade de apoiadores

Estado do RJ terá atuação de 15 mil policiais no Réveillon

Só em Copacabana serão mais de 2 mil agentes para garantir segurança

Ana Luiza Menezes - 29/12/2019 19h06 | atualizado em 29/12/2019 21h07

Réveillon de Copacabana Foto: Riotur/Fernando Maia

Para garantir a segurança no estado do Rio de Janeiro, durante a festa de réveillon, a Polícia Militar contará com a atuação de 15 mil agentes. Serão disponibilizadas 2 mil viaturas para proteger a capital e outros municípios, além da Região dos Lagos.

Por meio de uma publicação, no Twitter, o Governo do Rio de Janeiro informou que na Praia de Copacabana serão alocados 2.049 policiais e 112 viaturas. O esquema de segurança também contará com 30 torres de observação, sendo 13 na areia e 17 no calçadão.

Na famosa praia carioca, são esperadas 2,8 milhões de pessoas para acompanhar os shows e a tradicional queima de fogos. No local estarão ainda grupos de proximidade de multidão do Batalhão Especializado de Policiamento em Estádios e do Rondas Especiais e Controle de Multidões, além de policiamento com cães e a cavalo.

Segundo a Agência Brasil, o Grupamento Aeromóvel vai monitorar toda a orla, transmitindo imagens em tempo real para o Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), na Cidade Nova, Região Central da cidade.

Outros pontos de aglomeração da capital terão reforço da PM. Queimas de fogos também estão previstas para a Praia do Flamengo, Ilha de Paquetá, Central do Brasil, Parque de Madureira, IAPI da Penha, e a Praia da Bica, na Ilha do Governador. O Piscinão de Ramos, a Praia do Recôncavo, em Sepetiba, a Praia de Guaratiba e orlas da Barra da Tijuca e Recreio são outros locais de festa.

Em municípios como Niterói, Maricá, Cabo Frio e Angra dos Reis, os policiais militares atuarão em conjunto com a ordem pública das prefeituras, e no patrulhamento da malha rodoviária do estado, em parceria com a Polícia Rodoviária Federal e as concessionárias das rodovias.

Leia também1 Apreensões de cocaína batem recorde no porto de Santos
2 Cantora de forró passa mal em cima do palco e morre
3 Tragédia! Colisão grave mata pai, mãe e filha de 2 anos

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.