Leia também:
X Marinha dos EUA batiza navio com nome de ativista gay

Escola cancela apresentações de peça que usa linguagem neutra

Caso aconteceu em Porto Alegre

Pleno.News - 10/11/2021 16h50 | atualizado em 10/11/2021 21h56

Teatro Foto: Pixabay

Em Porto Alegre (RS), três apresentações de uma peça chamada Puli-Pulá, que ocorreriam no Colégio Farroupilha, foram canceladas pela direção da escola. Segundo informações do portal G1, a decisão foi tomada por causa do uso de linguagem neutra no texto da peça.

O Grupo Cerco, responsável pelo projeto, aponta censura, mas a escola considera “inadequado” o uso dos termos que não são não reconhecidos pela norma-padrão da língua portuguesa.

No colégio, uma apresentação da peça chegou a ser feita no dia 29 de outubro. Em nota enviada ao portal, a escola destacou ainda a faixa etária das crianças.

– Durante a primeira e única exibição, identificamos a utilização de termos não reconhecidos pela norma-padrão da nossa língua, o que consideramos inadequado, observando-se, ainda mais, a faixa etária de crianças em fase de alfabetização ou ainda não alfabetizadas. Em razão disso, as demais apresentações foram canceladas – apontou a direção.

Leia, abaixo, a íntegra do comunicado:

Nota do Colégio Farroupilha
No Colégio Farroupilha, atuamos há mais de 135 anos em prol de uma educação de qualidade.

Informamos, portanto, que nosso Projeto Pedagógico prima pelo desenvolvimento de conteúdos e habilidades vinculados à Base Nacional Comum Curricular (BNCC), respeitando as variantes do idioma, mas reconhecendo, sobretudo, a escola como espaço primordial de aquisição e exercício da norma-padrão da língua portuguesa.

Em relação ao espetáculo Puli-Pulá, esclarecemos que o Grupo Cerco foi contratado para realizar quatro apresentações. Contudo, durante a primeira e única exibição, identificamos a utilização de termos não reconhecidos pela norma-padrão da nossa língua, o que consideramos inadequado, observando-se, ainda mais, a faixa etária de crianças em fase de alfabetização ou ainda não alfabetizadas. Em razão disso, as demais apresentações foram canceladas.

Por fim, reiteramos que educamos para formar cidadãos competentes, éticos e globais e que, ademais, acreditamos na parceria entre famílias e escola no desempenho desse compromisso.

Leia também1 Carlos Vereza defende Maurício e critica agenda progressista
2 Governo proíbe gênero neutro em projetos da Lei Rouanet
3 Rondônia proíbe linguagem neutra em escolas do estado
4 Adrilles condena gênero neutro: 'Abarca meia dúzia de pessoas'
5 'Amigues' e 'todes': Novela da Globo usará linguagem neutra

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.