Leia também:
X Médico emite atestados para que pacientes não usem máscaras

Em Rondônia, menina de 13 denuncia pastor por estupro

Religioso dizia que a vítima seria levada pelo diabo para o inferno se ela não tivesse relações com ele

Ana Luiza Menezes - 27/10/2020 20h36

Adolescente denunciou pastor usava nome do ‘diabo’ para cometer estupro (Imagem ilustrativa) Foto: Reprodução

Em Jaru, Rondônia, uma menina de 13 anos denunciou um pastor à polícia. Na segunda-feira (26), a adolescente contou, aos agentes da Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp), que o religioso a estuprou várias vezes.

Segundo informações do portal G1, a garota disse que o homem usava o nome do diabo para forçá-la a ter relações sexuais com ele. De acordo com a denúncia, o religioso ameaçava a vítima e dizia que ela seria levada pelo diabo para o inferno caso não o obedecesse.

O registro da Polícia Militar (PM) apontou que o pai da menina se mostrou transtornado por saber que sua filha tinha sido estuprada.

A polícia foi até a casa do pastor, mas ele não foi encontrado. No local, foram encontradas duas meninas, que estavam sozinhas.

O portal Rondônia Ao Vivo relatou que a garota era amiga das filhas do pastor e foi estuprada na casa dele. Os crimes teriam acontecido três vezes, em dias diferentes.

A mãe da vítima disse que deixava sua filha dormir na casa do pastor porque ele tinha duas filhas. Ela falou ainda que não tinha reparado mudança no comportamento da menina.

Leia também1 Caso de blogueira que denunciou estupro ganha destaque na web
2 Pai e madrasta são presos após criança cair de prédio
3 Caso de racismo: Cliente proíbe entrada de motoboy negro
4 Hospital federal no Rio confirma segunda morte após incêndio
5 Após sequestro, jornalista da Record é localizado com fraturas

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.