Leia também:
X João Doria veta a causa animal na grade curricular das escolas

Dr. Jairinho nega ter agredido ex-namorada e a filha dela

Vereador disse aos policiais que denúncia contra ele foi feita por vingança

Ana Luiza Menezes - 09/04/2021 18h56 | atualizado em 09/04/2021 18h57

Dr. Jairinho Foto: Divulgação CMRJ/Renan Olaz

Durante depoimento na Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV), na quinta-feira (8), Dr. Jairinho negou as acusações de que teria agredido uma ex-namorada e a filha dela.

A polícia prendeu, na quinta, o vereador carioca e sua atual namorada, Monique Medeiros, mãe do menino Henry Borel. O casal é suspeito do assassinato do garoto, que tinha 4 anos e morreu no dia 8 de março.

De acordo com o depoimento, obtido pelo jornal O Globo, Dr. Jairinho disse que a ex-namorada fez a denúncia por vingança. O parlamentar afirmou ainda que a relação com ela tinha finalidade apenas “sexual”, mas teve como empecilho o fato de a moça insistir para que ele se separasse da dentista Ana Carolina Ferreira Netto.

A ex-namorada dele é uma cabeleireira, que disse à polícia que sua filha contou à avó materna que teve a cabeça afundada por Jairinho embaixo da água de uma piscina. Ela revelou ainda que a menina não conseguia mais ficar perto do vereador: a criança ficava nervosa, chorava e vomitava ao vê-lo.

Leia também1 Hostilizada na prisão, mãe de Henry ficará isolada de detentas
2 Mãe de Henry tirou selfie em delegacia no dia do depoimento
3 "O tio me machuca", disse Henry ao pai cinco dias antes da morte
4 Jairinho é afastado do Conselho de Ética da Câmara do Rio
5 Tribunal de Contas do Município do Rio exonera mãe de Henry

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.