Doria: “Política de segurança pública não vai mudar”

Governador falou sobre ação da PM na comunidade de Paraisópolis

Pleno.News - 02/12/2019 14h42

Governador de São Paulo, João Doria Foto: Agência Brasil/José Cruz

Após a morte de 9 jovens em um baile funk na comunidade de Paraisópolis neste fim de semana, o governador de São Paulo, João Doria, afirmou que a “a política de segurança pública do estado de São Paulo não vai mudar”. A declaração foi dada durante uma entrevista coletiva para falar do caso.

– São Paulo tem o melhor sistema de segurança preventiva, isso não significa que não seja infalível. A política de segurança pública do estado de São Paulo não vai mudar- ressaltou.

Os jovens foram mortos pisoteados neste domingo após a Polícia Militar (PM) realizar a Operação Pancadão na comunidade. Na ocasião, da acordo com a Polícia, agentes estavam no local quando foram alvos de tiros disparados por homens em uma moto. A dupla fugiu em direção ao baile atirando, o que teria provocado uma confusão.

A PM também disse que ao chegar no local, foi recebida com pedradas e garrafadas e revidou com disparos de munições químicas para dispersão. Alguns moradores, no entanto, afirmam que a polícia realizou uma emboscada para os jovens. O governador lamentou as mortes, mas disse que as ações continuarão.

– As ações nas comunidades de São Paulo vão continuar. A existência de um fato e circunstancialmente com as apurações que serão feitas, não inibirá as ações que serão feitas envolvendo Segurança Pública. Não inibe ação mas exige apuração – disse.

Após o episódios, a Corregedoria da PM assumiu o inquérito sobre a ação que deixou nove mortos na comunidade.

LEIA TAMBÉM+ Marco Feliciano pede fim da bandalheira em bailes funk
+ SP: Confusão em baile funk deixa mortos pisoteados


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo