Leia também:
X Moraes impede Daniel Silveira de receber visitas de deputados

Doria é “humilhado” ao atacar Bolsonaro internacionalmente

Governador de São Paulo disparou críticas contra o presidente na BBC World News

Pleno.News - 17/03/2021 21h50 | atualizado em 18/03/2021 11h25

Doria anunciaria novas medidas de restrições, mas resolveu recuar
Doria é “humilhado” ao atacar Bolsonaro internacionalmente Foto: Reprodução/Governo do Estado de São Paulo

Durante uma entrevista à BBC News, o governador de São Paulo, João Doria, promoveu fortes ataques contra o presidente Jair Bolsonaro pela condução do Brasil durante a pandemia de Covid-19. Apesar de ter se referido ao presidente como “Bolsonarovírus”, Doria foi questionado diversas vezes pelo apresentador Lewis Vaughan Jones por suas ações.

A entrevista ocorreu no começo do mês de março. Nela, Doria aparece chamando Bolsonaro de louco e referindo-se ao presidente como um negacionista. Após sua fala, o apresentador lembrou que Bolsonaro disse estar focado na “questão econômica” do país e na “saúde mental”.

O governador de São Paulo continuou disparando críticas contra Bolsonaro até ser mais questionado por Lewis Vaughan Jones sobre suas intenções políticas.

– Você está falando sobre um “Bolsonarovírus”. Você não está jogando o jogo dele, fazendo disso algo político? Era para ser uma questão de saúde, não de política – apontou o apresentador.

Depois, Doria falou sobre suas ações tomadas no combate à Covid-19 em São Paulo.

– Você claramente discorda tão fortemente de Jair Bolsonaro. Você irá disputar a Presidência contra ele? – questionou Lewis.

O governador paulista então se esquivou da pergunta.

Um vídeo do momento foi compartilhado pela deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) em suas redes sociais.

Leia também1 Recuou: João Doria não anuncia as novas medidas restritivas
2 Covid: MP investiga prefeito por distribuir ivermectina em cidade
3 Doria 'sente a pressão' e anuncia medidas econômicas para SP
4 Aécio volta a criticar João Doria: "Obsessão pelo marketing"
5 SP: Setor de bares e restaurantes fala em 'extermínio'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.