Leia também:
X Famílias em Brumadinho buscam respostas junto à Vale

Doria diz que tomou medidas contra retaliações do PCC

Líder do grupo criminoso foi transferido de São Paulo para um presídio federal

Henrique Gimenes - 13/02/2019 17h29 | atualizado em 13/02/2019 19h08

João Doria diz que governo de São Paulo tomou medidas para evitar retaliações de grupos criminosos Foto: GOVSP/Gilberto Marques

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou, nesta quarta-feira (13), que seu governo tomou as medidas necessárias para evitar a retaliação de membros do PCC (Primeiro Comando da Capital). O líder do grupo criminoso, Marcos Camacho, o Marcola , e outros integrantes da facção foram transferidos do estado para presídios federais.

– Todas as ações preventivas foram adotadas pelas forças de segurança do estado de São Paulo e no âmbito federal, prevenindo e resguardando de qualquer reação. Obviamente que não vamos dizer para vocês quais são as medidas que tomamos de forma preventiva, por razões óbvias também – explicou.

A operação de transferência de Marcola e de outros 21 integrantes do PCC foi realizada em conjunto pelos governos federal e de São Paulo. Foi planejada após a descoberta de um plano para resgatar os chefes da facção criminosa.

A ação previa o uso de helicópteros, veículos blindados, explosivos, fuzis calibre .50 e outros. Além disso, o grupo também pretendia assassinar o promotor que atua contra o PCC no interior do estado. De acordo com Doria, a transferência já poderia ter sido realizada anteriormente.

– São Paulo cumpre seu dever, realizando determinação judicial que já poderia ter sido cumprida anteriormente e que agora foi realizada. Vinte e dois membros, incluindo o líder Marcola já estão sendo conduzidos para penitenciárias federais com isolamento devido – apontou.

Os membros do PCC foram transportados por um avião da Força Aérea Brasileira para unidades em Brasília, em Mossoró, no Rio Grande do Norte, e em Porto Velho no estado de Rondônia.

Leia também1 Líder do PCC é transferido de SP para presídio federal
2 Ceará: Presos cantam música gospel para disfarçar fuga

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.