Leia também:
X Avenida Paulista terá coral e desfile para celebrar 130 anos

Dois bebês tomam vacina Pfizer por engano e são internados

A vacina administrada deveria ser a pentavalente

Monique Mello - 03/12/2021 16h55 | atualizado em 03/12/2021 17h37

Hospital do Gpaci, em Sorocaba (SP) Foto: Divulgação/Gpaci

Uma menina de dois meses e um menino de quatro meses de idade foram internados, em Sorocaba, interior de São Paulo, após terem tomado doses da vacina da Pfizer contra a Covid-19. O imunizante foi administrado por engano, pois os bebês deveriam receber a vacina pentavalente, que protege contra difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e contra uma bactéria responsável por infecções no nariz, nas meninges e na garganta.

Os bebês foram levados para o Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil (Gpaci), na noite desta quinta-feira (2), após apresentarem forte reação, com febre alta e vômito, além de não conseguirem tomar leite.

A técnica de enfermagem responsável pelo erro alegou que confundiu os frascos e foi afastada. De acordo com o secretário de Saúde Vinícius Rodrigues, o frasco da vacina contra Covid-19, da marca Pfizer, possui embalagem semelhante à da pentavalente, o que gerou o erro.

Após a internação, as duas crianças não apresentaram mais sintomas. Elas receberam soro e conseguiram voltar a tomar leite na manhã desta sexta-feira (3). Os bebês passarão por um teste de sorologia e, em seguida, receberão a dose correta da pentavalente.

Leia também1 Homem usa braço falso para tentar se vacinar contra a Covid
2 OMS confirma que variante Ômicron é 'muito transmissível'
3 Jair Bolsonaro reafirma que não tomará vacina: 'Deixa eu morrer'
4 Brasil tem 5 casos confirmados da Ômicron e 8 suspeitos
5 "Não suportaremos mais um lockdown", afirma Bolsonaro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.