Leia também:
X Bolsonaro sanciona lei sobre educação bilíngue de surdos

DJ Ivis: STF rejeita habeas corpus feito por estudante de Direito

Ministro Gilmar Mendes afirmou que o pedido sequer contava com os documentos necessários

Paulo Moura - 04/08/2021 12h12 | atualizado em 04/08/2021 12h22

DJ Ivis Foto: Reprodução

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu negativamente em um novo pedido de habeas corpus (HC) protocolado na Suprema Corte para o DJ Ivis, preso no dia 14 de julho por agredir a ex-mulher, Pamella Holanda. O que chama atenção no novo HC é que ele foi protocolado por um estudante de Direito.

De acordo com o ministro, o autor do pedido não tem qualquer vínculo com o caso do produtor musical e sequer juntou os documentos necessários, como a cópia da decisão judicial que corrobora as alegações de ilegalidade do decreto prisional, para fazer a solicitação em favor do DJ.

Apesar de, legalmente, qualquer pessoa poder impetrar um habeas corpus, o próprio ministro Gilmar Mendes explicou na decisão que a atitude tomada pelo acadêmico pode prejudicar, ao invés de ajudar, o andamento do processo.

– Inexistem elementos hábeis a indicar a concordância do paciente em relação à impetração articulada. O ajuizamento desautorizado de habeas corpus em favor de paciente que possui advogado constituído pode ensejar prejuízos irreparáveis a seu direito de defesa – justificou Mendes.

Leia também1 Bolsonaro sanciona lei sobre educação bilíngue de surdos
2 Doria: Bolsonaro terá que arcar com segurança de motociata
3 Bolsonaro deve depor no TSE e corre o risco de ficar inelegível
4 Moraes deve incluir Bolsonaro no inquérito das fake news
5 Impeachment de prefeito petista de Araraquara é rejeitado

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.