Damares comenta incêndio: ‘Sonhos foram interrompidos’

Ministra disse que medidas serão tomadas para que famílias dos jovens tenham assistência

Pleno.News - 08/02/2019 18h04

Ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves Foto: Agência Brasil/Marcelo Camargo

Autoridades e famosos se pronunciaram para lamentar as mortes causadas pelo incêndio no Ninho do Urubu, como é chamado o Centro de Treinamento do Flamengo, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos no governo de Jair Bolsonaro, Damares Alves, também se manifestou sobre o episódio.

Nesta sexta-feira (8), ela usou as redes sociais para expressar sua tristeza. Damares, que foi na quinta-feira até Brumadinho para acompanhar vítimas de outra tragédia que chocou o país, falou sobre as providências que está tomando quanto ao caso que aconteceu no CT do clube carioca.

– Acordamos hoje com mais uma terrível notícia de tragédia. (…) Nos entristece saber que sonhos de meninos com pouca idade foram interrompidos de uma forma tão brutal. Estou acionando nossa Secretaria da Criança e do Adolescente para que possamos agir de forma preventiva e evitar novos incidentes como este. Tomaremos todas as providências para que as famílias desses jovens não fiquem sem assistência – declarou.

LEIA TAMBÉM+ "Dia triste para o futebol", diz Pelé sobre incêndio no CT
+ Parentes e amigos das vítimas oram no CT do Flamengo
+ Bolsonaro se diz "consternado" com incêndio no Flamengo


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo