Leia também:
X Cresce número de brasileiros que deixam o país

Crivella fala de impeachment: “Não tem o menor cabimento”

Prefeito do Rio de Janeiro é alvo de acusação de crime de responsabilidade

Camille Dornelles - 03/04/2019 08h49 | atualizado em 03/04/2019 10h04

Prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella Foto: Agência Brasil/Tomaz Silva

Nesta quarta-feira (3), o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, publicou um vídeo sobre a abertura do processo por seu impeachment. Ele afirmou que o pedido foi feito por um funcionário exonerado, insinuando que ele teria motivações pessoais para tal.

Além disso, repetiu que as acusações “não fazem o menor sentido” e “não têm cabimento”.

– Quero assegurar a vocês que não faz o menor sentido. É a respeito de propaganda nas ruas. Houve a denúncia de um funcionário, que trabalha na casa há mais de 20 anos, e que só agora que foi exonerado do cargo que exercia, resolveu entrar com um processo de impeachment – afirmou.

Segundo Crivella, os interessados em sua saída querem que a prefeitura cobre dos empresários toda vez que um outdoor de propaganda de rua mude. Ele apontou que a prática não existiu nas gestões de César Maia ou de Eduardo Paes.

– A motivação do funcionário não tem o menor cabimento. Confio na Câmara dos Vereadores, confio na Comissão que logo vai apresentar o parecer para ser votado. Tenho certeza absoluta que os vereadores vão agir conforme sua consciência e fazer justiça – declarou.

Leia também1 RJ: Câmara abre processo de impeachment contra Crivella
2 Marcelo Crivella é alvo de novo pedido de impeachment
3 Câmara vota impeachment do prefeito do Rio de Janeiro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.