Leia também:
X Brumadinho: Bombeiros encontram fragmento de corpo

Crianças são encontradas dentro de casa com pais mortos

Caso aconteceu na Zona Leste da capital paulista

Ana Luiza Menezes - 29/09/2020 21h08 | atualizado em 29/09/2020 21h18

50º Distrito Policial, na Zona Leste de São Paulo Foto: Reprodução/Google Street View

Nesta terça-feira (29), os corpos de um homem e uma mulher foram encontrados na casa onde moravam, no Itaim Paulista, Zona Leste de São Paulo. As filhas deles, de 2 e 7 anos, estavam na varanda do imóvel, segundo a polícia.

Por enquanto, as autoridades não sabem informar quantos dias as crianças ficaram dentro do local com os pais mortos. As informações são do portal G1.

Policiais militares foram acionados pelo tio das meninas, que vive em outra casa no mesmo terreno. Ao chegar de viagem, ele descobriu que o casal estava morto.

Iara Muniz Nascimento e Jefferson Mariano dos Anjos Foto: Reprodução

O pai das meninas, Jefferson Mariano dos Anjos, tinha 27 anos e trabalhava como peixeiro. Ele foi encontrado caído no chão da sala e seu corpo já estava em estado avançado de decomposição. A esposa dele, Iara Muniz Nascimento, tinha 24 anos e trabalhava como atendente. O corpo da mulher, também em decomposição, estava em uma cama.

As filhas do casal foram levadas para Hospital Santa Marcelina, onde estão sendo observadas.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que um líquido encontrado em uma garrafa, e outros objetos, foram encaminhados para a perícia.

O caso foi registrado como morte suspeita e será investigado pelo 50°Distrito Policial do Itaim Paulista.

Leia também1 Brumadinho: Bombeiros encontram fragmento de corpo
2 Acusado de abusos sexuais, falso guru espiritual é preso no Ceará
3 Alerj escolhe deputados que julgarão impeachment de Witzel
4 Preso, filho de Flordelis nega ter matado Anderson do Carmo
5 Sementes misteriosas da China chegam a cinco estados do Brasil

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.