Leia também:
X Professor é suspeito de assediar alunas de 12 e 13 anos, em escola

Creche simula eleição e estimula voto de crianças em Lula

Prefeitura emitiu nota dizendo que está apurando o caso para tomar providências

Thamirys Andrade - 27/09/2022 10h57 | atualizado em 27/09/2022 11h14

Creche simula eleição e estimula voto de crianças em Lula Foto: Reprodução / Youtube

A prefeitura do Recife (PE) se pronunciou, nesta segunda-feira (26), sobre uma creche que simulou eleições com estudantes e induziu as crianças a votarem no ex-presidente Lula (PT). Em nota, a gestão negou que a instituição faça parte do ensino municipal e disse que está apurando o caso para tomar providências.

Um vídeo, que circula nas redes sociais, registrou as professoras realizando a atividade com os alunos. No momento de contagem dos votos, uma delas lia o nome da criança e o candidato escolhido, comemorando quando o voto era destinado ao petista, e adotando tom pejorativo quando a criança optava pelo presidente Jair Bolsonaro (PL).

Na ocasião, a educadora chegou a chamar Lula de “nosso presidente”, e o atual chefe do Executivo de “Bolsolixo”.

No comunicado, a prefeitura esclarece, por meio da Secretaria de Educação, “que a creche exposta no vídeo não integra oficialmente a Rede Municipal própria de Ensino do Recife”.

– A gestão informa que, aparentemente, se trata de uma unidade comunitária conveniada e que já está apurando o caso para as providências necessárias. A gestão enfatiza que não há orientação para as unidades de ensino da rede qualquer tipo de atividade eleitoral com os estudantes – concluiu a prefeitura.

Leia também1 Professor é suspeito de assediar alunas de 12 e 13 anos, em escola
2 Apoiador de Bolsonaro morre a facada após briga por política
3 Ex-Fazenda vê marido sendo morto e é assaltada rumo ao IML
4 RJ: Três criminosos morrem em confronto com a polícia
5 Rio: Ex-presidente de escola de samba é morto a tiros

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.