CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Cuba está há quatro dias sem mortes por coronavírus

Covid: Homem é curado após mais de 2 meses internado

Durante relato em rede social, filha de Jorge Luiz disse que recuperação foi milagre de Deus

Ana Luiza Menezes - 03/06/2020 19h19 | atualizado em 03/06/2020 19h45

Jorge Luiz ficou 2 meses e 4 dias internado por causa da Covid-19 Foto: Arquivo Pessoal

Diante de tantos casos de vítimas no novo coronavírus, histórias de cura ajudam a levar esperança para muitas pessoas. No Rio de Janeiro, um homem, chamado Jorge Luiz da Purificação Pinto, de 63 anos, conseguiu se recuperar da Covid-19 após passar 2 meses e 4 dias internado.

Em uma rede social, a filha de Jorge, Caroline Santos, fez um relato emocionante sobre a cura do pai. Ela detalhou os momentos de luta contra a doença e destacou fé em Deus para ver a melhora no quadro de saúde.

O post teve várias curtidas de amigos e parentes. A jovem iniciou o relato agradecendo a Deus e reconhecendo que o caso se trata de um milagre.

– Primeiramente, quero agradecer pelo milagre na vida do meu pai. Dia 27/03, meu pai pediu para ir ao hospital porque não estava bem e com falta de ar. Meu irmão levou ele para o Hospital Getúlio Vargas, de tarde. Meu pai foi para a sala amarela no isolamento; meu irmão teve que vir para casa e voltar à noite. Por volta de umas 22h30 dessa sexta-feira, ficamos sabendo que meu pai tinha ido para a sala vermelha. Eu falei: ‘Senhor cuida do meu pai’. Sábado, dia 28/03, meu irmão voltou ao Getúlio e foi informado que meu pai estava entubado e sedado; meu coração ficou partido, mas eu falei: ‘Senhor cuida dele’. Dia 29/03, meu irmão ficou sabendo que meu pai tinha ido para o Hospital do Cérebro, pois estava com suspeita de Covid. Lá foi feito o teste; o resultado saiu dia 31/03, positivo para Covid -19. Choramos, ficamos tristes, mas sempre mantendo a fé em Deus – narrou Caroline.

Ela explicou que Jorge passou 40 das entubado e sedado.

– Foram noites sem dormir, noites clamando, pedindo: ‘Deus cuida do meu pai’. Para tirar o tubo, teve que fazer uma traqueostomia; foi desmamado aos poucos e, pela permissão do Senhor, saiu dos aparelhos, não precisou mais fazer hemodiálise, pois os rins voltaram a funcionar normalmente – contou.

Apesar de ter ficado com os pulmões prejudicados, o pai de Caroline conseguiu passar a respirar sozinho. Ele teve que ser transferido para o Hospital Municipal Albert Schweitzer, na Zona Oeste do Rio, onde tratou das escaras, feridas causadas quando alguém passa muito tempo em uma só posição.

Durante a luta pela vida, Jorge teve pneumonia, um infarto, mal súbito e uma parada cardíaca. No dia 31 de maio, ele finalmente teve alta médica e pôde ir para casa.

– Estamos cuidando dele, cuidando da ferida, que está grande e funda, mas a cicatrização está sendo ótima – contou a jovem.

Além de Caroline, Jorge tem outros dois filhos, Fernanda e Fábio. Ele é casado com Maria Machado. Caroline explicou que, embora feliz pela vida do pai, chora a morte da avó, que faleceu há um mês. A idosa fez exame para saber se também teve Covid-19, mas morreu antes da divulgação do resultado.

Caroline destacou o apoio de amigos, parentes e membros da Igreja Batista Avivada Novo Tempo, além de outras igrejas, que ajudaram com orações. Ela acredita que Deus permitiu que, em um tempo de dor, a família experimentasse a vitória de ter Jorge de volta.

– Meu pai venceu a Covid-19 com a permissão do Senhor. Deus é fiel em nossas vidas – destacou.

Caroline, uma das filhas de Jorge, fez relato sobre a luta contra a doença

Leia também1 Menino recebe alta após passar 9 anos internado
2 Curada da Covid-19, Susana Naspolini cita texto bíblico
3 Salvos! Curados da Covid-19 passam de 220 mil no Brasil
4 Nise Yamaguchi diz que uso da cloroquina "esvaziou CTIs"
5 Fabiana Anastácio e o marido são diagnosticados com Covid

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo