Leia também:
X Doria afasta coronel da PM que defendeu atos do próximo dia 7

Coronel afastado é convocado a prestar esclarecimentos em SP

Lacerda fez declarações chamando a população para atos do dia 7 de setembro

Thamirys Andrade - 23/08/2021 10h03 | atualizado em 23/08/2021 10h28

Bolsonaro-e-Aleksandro-600x400
Coronel Aleksander Lacerda ao lado do presidente Jair Bolsonaro Foto: Reprodução / Facebook

O coronel Aleksander Toaldo Lacerda, afastado pelo governador João Doria após chamar a população para o ato de 7 de setembro, foi convocado ao Comando Geral para prestar esclarecimentos.

Em nota, a Polícia Militar do Estado de São Paulo afirmou que está analisando as recentes declarações do oficial nas redes sociais. Segundo a corporação, é dever da instituição defender os valores democráticos.

– A Corregedoria da instituição, que é legalista e tem o dever e a missão de defender a Constituição e os valores democráticos do país nela expressos, analisa as manifestações recentes do oficial, que foi convocado ao Comando Geral para prestar esclarecimentos.

Nos últimos dias, o coronel Lacerda tem conclamado seus seguidores a comparecerem à manifestação do próximo mês em Brasília. Em uma de suas publicações, Lacerda escreveu que “o caldo vai entornar” no dia 7 de setembro e que “liberdade não se ganha, se toma. Dia 7/9 eu vou”, em referência a uma declaração feita pelo presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, de que “eleição não se vence, se toma”.

Leia também1 Após protestos, escola apagará pintura sobre Marielle em muro
2 Presidente da Ceagesp convoca PMs para atos de 7 de Setembro
3 Sérgio Reis afirma que errou em áudio e que aceita até ser preso
4 Paes vai a samba em meio à alta ocupação de UTIs Covid no Rio
5 Impeachment de Moraes: PSDB, DEM e MDB criticam Bolsonaro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.