CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X GSI repudia reportagem do JN sobre Jair Bolsonaro

Contrariando Doria, 17 prefeituras reabrem salões

Levantamento identificou municípios que seguem nova regra de Bosonaro sobre serviços essenciais

Pleno.News - 16/05/2020 15h38 | atualizado em 16/05/2020 15h45

Governador de SP, João Doria Foto: Divulgação/Governo do Estado de São Paulo

Um levantamento feito pela Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR) apontou que 17 municípios do interior paulista liberaram, por meio de decretos, o funcionamento de salões de cabeleireiro e academias.

A análise do governo de São Paulo foi feita com o objetivo de saber quantas cidades seguiram as regras previstas pelo decreto presidencial. Na última segunda-feira (11), o presidente Jair Bolsonaro incluiu barbearias, salões de beleza e academias na lista de serviços essenciais.

Porém, na quarta-feira (13), o governador de SP, João Doria (PSDB), disse que o decreto presidencial nã é valido para o seu estado. Segundo ele, por conta da pandemia do novo coronavírus, São Paulo não tem condições sanitárias para uma reabertura econômica.

Por isso, na quinta-feira (17), foi publicado no Diário Oficial do Estado a proibição do funcionamento de barbearias e salões de beleza. A alteração no decreto de quarentena, em vigor desde março, foi feita porque o texto citava apenas a proibição de academias.

Leia também1 Litoral paulista: Banhistas burlam veto e voltam às praias
2 Rede de pizzarias fecha 5 lojas e demite cerca de 470 pessoas
3 Enfermeiro se recupera da Covid e volta ao trabalho

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo