Leia também:
X Câmara deposita R$ 16 mi de auxílio-mudança a deputados

Confisco do sítio de Atibaia, exigido por juíza, é cumprido

Gabriela Hardt havia determinado o sequestro do imóvel em sua sentença

Camille Dornelles - 26/02/2019 08h23 | atualizado em 26/02/2019 09h14

Vista aérea do sítio de Atibaia frequentado pelo ex-presidente Foto: Folhapress/Jorge Araújo

Na sexta-feira (22), o confisco do sítio de Atibaia, frequentado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, foi cumprido. A ação fazia parte da sentença da juíza Gabriela Hardt, da 13ª Vara da Justiça Federal de Curitiba, sobre o caso.

O imóvel ainda não foi avaliado, mas o será pela Justiça Federal. As obras feitas no imóvel, que configuram os desvios de verbas, são avaliadas em R$ 870 mil. Segundo a investigação, outros R$ 150 mil foram repassados ao ex-presidente pelo pecuarista José Carlos Bumlai.

– Diante disto, não vislumbrando como realizar o decreto de confisco somente das benfeitorias, decreto o confisco do imóvel, determinando que após alienação, eventual diferença entre o valor das benfeitorias objeto dos crimes aqui reconhecidos e o valor pago pela totalidade do imóvel seja revertida aos proprietários indicado no registro – apontou no fim do documento.

No mesmo documento está a sentença de Lula a 12 anos e 11 meses de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

Leia também1 Desembargador decreta fim de acampamento Lula Livre
2 Roger Waters diz que Lula é inocente e insulta Bolsonaro
3 Fachin nega mais um recurso de Lula em caso tríplex

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.