Leia também:
X Anvisa diz que recebeu novas ameaças e pede proteção policial

Condenado a mais de 196 anos por estupros foge da prisão

Wanderson Carvalho teria fugido no momento em que prestava serviços de limpeza no local

Paulo Moura - 19/12/2021 18h29 | atualizado em 20/12/2021 11h00

Preso por estupros fugiu da cadeia Foto: Divulgação/DGAP

O detento Wanderson Alves Carvalho, condenado a mais de 196 anos por crimes de estupro, conseguiu escapar do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital goiana, na noite da última sexta-feira (17). O fato teria ocorrido enquanto ele prestava serviços de limpeza no local.

De acordo com a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), profissionais estão realizando procedimentos de busca e desenvolvendo ações para recapturar o preso, e uma investigação foi aberta para apurar as causas e as circunstâncias da fuga de Wanderson, que é conhecido como “dentinho”.

– O detento havia sido escoltado da Penitenciária Odenir Guimarães (POG) até a base do Grupo de Guaritas e Muralhas (GGM), para realizar os trabalhos. Mas, no início da noite, as equipes do GGM que retornaram à POG perceberam que o preso não havia voltado para o estabelecimento prisional – disse a DGAP.

Além dos trabalhos da DGAP, as polícias Militar e Civil foram acionadas para auxiliar a Polícia Penal na investigação e checar qualquer possibilidade para aplicação das sanções aos envolvidos.

Em um comunicado enviado à imprensa, a DGAP menciona que informações sobre o fugitivo podem ser enviadas de forma anônima por ligação para o 190 da Polícia Militar, 197 da Polícia Civil e pelo (62) 3201-1212, que é o telefone da Ouvidoria da Secretaria de Segurança Pública.

Leia também1 Coreia do Norte proíbe sorrisos e risadas por 11 dias. Entenda!
2 Milhares vão às ruas em protesto contra restrições na Bélgica
3 Rapper Drakeo The Ruller morre esfaqueado em festival musical
4 Anvisa diz que recebeu novas ameaças e pede proteção policial
5 Bolsonaro sobre escolha de vice para 2022: 'Pode ser o Mourão'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.