Leia também:
X Dra. Nise alerta: “É preciso ter cuidado com o doutor Google”

‘Churrasco grátis a quem matar Doria’ faz comerciante ser preso

Dono de restaurante irá responder por incitação ao crime em liberdade

Henrique Gimenes - 04/02/2021 21h22 | atualizado em 05/02/2021 10h02

Governador de SP, João Doria
Governador de SP, João Doria Foto: Governo do Estado de São Paulo

O dono de um restaurante em São Paulo foi detido nesta quinta-feira (4), após colocar um anúncio em seu estabelecimento prometendo “um ano de churrasco grátis pra quem matar o João Doria Jr”. O quadro com anúncio “incitando” a morte do governador paulista estava em frente à churrascaria La Casa de Parrilla, na Vila Mariana, Zona Sul da capital paulista. A informação foi dada pelo portal G1.

O dono do estabelecimento é um homem de 40 anos, que foi detido por policiais e levado ao 96º Distrito Policial (DP), no Itaim Bibi. No local, foi registrado um termo circunstanciado por incitação ao crime. Ele irá responder em liberdade.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que o comerciante “prestou depoimento e se comprometeu a comparecer em juízo. A autoridade policial solicitou perícia para a lousa e encaminhou o caso ao Juizado Especial Criminal (Jecrim)”.

O Código Penal prevê pena de detenção entre 3 e 6 meses ou multa para o crime de incitação à morte.

Leia também1 Prefeita que desafiou Doria: 'Não sou negacionista, sou realista'
2 Pressionado, Doria diminui restrições ao comércio e ao lazer
3 Após "chilique" de João Doria, Rodrigo Constantino faz desafio
4 Datena critica Doria: "Não segue ciência nenhuma”
5 Web reage a "chilique" e manda recado: #CalaABocaDoria

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.