Leia também:
X Huck aproveita o Domingão para ‘alfinetar’ Jair Bolsonaro

Com novos lotes, Brasil chegará a 100 milhões de doses da Pfizer

Lotes da vacina chegaram a Campinas neste domingo

Pleno.News - 03/10/2021 22h03 | atualizado em 04/10/2021 09h45

vacina
Brasil chegará a ter 100 milhões de doses de vacinas da Pfizer Foto: Pixabay

Mais de três milhões de doses da vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela Pfizer com a BioNTech desembarcaram no Aeroporto de Viracopos, em Campinas, neste domingo (3). Um quarto lote, com 1,1 milhão de unidades, estava previsto para chegar até o fim do dia, totalizando os 100 milhões de imunizantes comprados pelo Ministério da Saúde em março. No entanto, de acordo com a CNN Brasil, questões logísticas fizeram que a entrega ocorra somente na próxima semana.

Pela madrugada e manhã, chegaram três lotes, de 1,5 milhão, 520,6 mil e 854,1 mil doses. A previsão inicial de desembarque era para o sábado (2). O imunizante é o único liberado até o momento no Brasil para a aplicação em adolescentes de 12 anos ou mais.

Com a entrega do último lote do dia, os fabricantes terão enviado ao país todos os cerca de 100 milhões de imunizantes do primeiro contrato, assinado em 19 de março. Há, ainda, um segundo contrato, de 14 de maio, que prevê o recebimento do mesmo montante entre outubro e dezembro deste ano.

Segundo o Ministério da Saúde, das 294 milhões de doses distribuídas pelo governo federal, mais de 84 milhões são da produzida pela Pfizer/BioNTech.

O Brasil está com 43,7% da população com o esquema vacinal completo.

*AE

Leia também1 Huck aproveita o Domingão para 'alfinetar' Jair Bolsonaro
2 Queiroga testa negativo para Covid e prepara volta ao Brasil
3 Ciro minimiza ataques em ato e pede 'trégua' entre a oposição
4 No RJ, apoiadores de Bolsonaro se unem na "barqueata do mito"
5 Preso, ex-PM que ameaçou matar Moraes alega doença mental

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.