Leia também:
X SP: Taxa de internações têm leve queda e UTIs seguem lotadas

Cláudio Castro pede desculpas por aglomerar no aniversário

"Reconheço que foi um erro", disse o governador em exercício

Monique Mello - 30/03/2021 13h56 | atualizado em 30/03/2021 14h25

Governado em exercício Claudio Castro Foto: Luis Alvarenga/Governo do RJ

O governador em exercício do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PSC), pediu desculpas por ter promovido festa movimentada para comemorar seu aniversário no domingo (28), em Itaipava, região serrana do estado.

– Neste domingo (28), me reuni com familiares para um almoço de aniversário. Reconheço que foi um erro e, por isso, gostaria de pedir desculpas a todo cidadão fluminense que se sentiu ofendido em meio a esse período de restrições que estamos vivendo – escreveu no Twitter.

Segundo Castro, os que estavam presentes na festividade eram pessoas com quem ele já convive diariamente.

– Realmente alguns amigos acabaram aparecendo. Queria pedir desculpas. Queria reconhecer o erro aqui e pedir desculpas a toda a população fluminense – acrescentou.

O governador também se desculpou em vídeo.

Itaipava é um distrito do município de Petrópolis que determinou medidas restritivas para o enfrentamento da pandemia entre a última sexta-feira (26) e o próximo domingo (4).

Além das medidas restritivas publicadas pelo próprio governador, o decreto municipal de Petrópolis ampliou as restrições proibindo as aglomerações, tanto em áreas públicas quanto privadas, em qualquer hora do dia, e a permanência de pessoas nas ruas das 22h às 5h.

 

Leia também1 Governador do Rio contraria a si mesmo e dá festa de aniversário
2 Superferiado no RJ: Deputado faz apelo a atitudes de policiais
3 'Megaferiado' de SP não diminui fluxo de pessoas nas ruas
4 Em SP, povo queima pneus para evitar turistas no feriadão
5 Paes sobre restrições: "Não tenho medo de medidas impopulares"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.