Leia também:
X Polícia apreende carro de aluna da USP acusada de golpe

Chacina do DF: Adolescente é apreendido, depõe e é liberado

Nove mortes relacionadas ao caso já foram confirmadas

Paulo Moura - 25/01/2023 08h39 | atualizado em 25/01/2023 10h12

Cativeiro onde família foi mantida refém no DF Foto: Reprodução/TV Globo

Um adolescente de 17 anos foi apreendido na noite desta terça-feira (24) por suspeita de envolvimento no caso do desaparecimento e morte de membros da família da cabeleireira Elizamar da Silva, de 39 anos. Na madrugada desta quarta (25), após ser ouvido na delegacia, ele foi liberado.

Em um depoimento informal feito a policiais militares que o apreenderam, o adolescente confessou ter recebido R$ 2 mil e disse que, depois, ganharia mais R$ 3 mil do mecânico Horácio Barbosa, de 49 anos, para ajudar no plano da chacina. Horácio é um dos presos por participação nas mortes.

Um adulto que estava junto do adolescente apreendido também chegou a ser detido, mas negou ter envolvimento com as mortes de Elizamar e de seus familiares. Após ficar cerca de duas horas na delegacia, ele foi liberado pela polícia.

– Ele [o adulto] fazia uso de entorpecente com o menor e tinha conhecimento do delito cometido pelo adolescente, mas, a princípio, não tem envolvimento direto com a situação [da chacina] – explicou o tenente Yuri, da Polícia Militar do Distrito Federal.

Três homens acusados pelo crime já estão presos. Um quarto suspeito identificado pela polícia como Carlomam dos Santos Nogueira, 26 anos, segue foragido. Durante as apurações, a polícia localizou impressões digitais de Carlomam no cativeiro e no carro de uma das vítimas.

Na terça, as polícias de Minas Gerais e do Distrito Federal identificaram mais quatro corpos relacionados ao caso. Durante a tarde, a Polícia Civil do DF informou que foram identificados Thiago Gabriel Belchior, marido de Elizamar, e Cláudia Regina Marques de Oliveira, ex-esposa de Marcos Antônio, pai de Thiago.

Também na terça, a polícia mineira identificou os corpos de Renata Juliene Belchior e Gabriela Belchior, respectivamente mãe e irmã de Thiago. As duas estavam no carro encontrado carbonizado em Unaí, Minas Gerais. Com a nova atualização, os cadáveres de nove dos dez desaparecidos relacionados ao caso já foram identificados.

No total, dez pessoas da mesma família desapareceram e dez corpos já foram encontrados, sendo que nove deles já foram identificados. Confira quem são as vítimas:

– Elizamar da Silva: cabeleireira;
– Thiago Gabriel Belchior: marido de Elizamar;
– Rafael da Silva: filho de Elizamar e Thiago;
– Rafaela da Silva: filha de Elizamar e Thiago;
– Gabriel da Silva: filho de Elizamar e Thiago;
– Marcos Antônio Lopes de Oliveira: pai de Thiago e sogro de Elizamar;
– Claudia Regina Marques de Oliveira: ex-mulher de Marcos Antônio;
– Renata Juliene Belchior: mãe de Thiago e sogra de Elizamar;
– Gabriela Belchior: irmã de Thiago e cunhada de Elizamar.

Leia também1 Polícia apreende carro de aluna da USP acusada de golpe
2 Petrobras: Conselho deve votar nome de petista na quinta-feira
3 Deputado quer lei para impedir uso do BNDES para outros países
4 Bolsonaro terá de voltar ao Brasil para nova cirurgia, diz médico
5 AGU pede bloqueio de bens de 40 manifestantes presos no DF

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.